PUBLICIDADE
Topo

Youtuber RaulZito é preso em SC por suspeita de estupro de vulnerável

Tatiana Campbell

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

27/07/2021 16h29Atualizada em 27/07/2021 19h04

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu hoje o influenciador digital e youtuber de games Raulino de Oliveira Maciel, conhecido como "RaulZito", acusado de estupro de vulnerável.

Os agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) localizaram o suspeito em Florianópolis (SC). O mandado de prisão era para ser cumprido em São Paulo, local onde ele mora, porém ele não foi encontrado na residência. Momentos depois, os agentes descobriram que Raul havia viajado para o sul do país.

As investigações tiveram início após as mães de duas vítimas procurarem a Polícia Civil para denunciar os abusos. Os casos teriam ocorrido em Niterói, no Rio de Janeiro, e em São Caetano do Sul, no estado de São Paulo. O UOL entrou em contato com a defesa do influenciador, mas até o momento não teve resposta.

Através de um perfil nas redes sociais, Raulino Maciel entrava em contato com as crianças, que têm entre 10 e 14 anos, e prometia trabalhos, alegando ser contratado de uma emissora de TV. Os alvos do influenciador são atores mirins de teatro, cinema e televisão, com vários trabalhos realizados e em andamento.

Segundo a investigação, "após fatos noticiados por mãe de uma das vítimas que dirigiu-se à DCAV após ouvir relato de seu próprio filho dos abusos que sofrera desde o mês de fevereiro até meados de maio, outra vítima, também menor de 12 anos, confirmou na sede da DCAV que também sofreu abusos e foram tantas as vezes que ambas não sabem ordenar cronologicamente de que maneira ocorreram".

O delegado Adriano França pediu a prisão temporária de 30 dias e uma busca nos casa do homem. A polícia acredita que outras vítimas também sofreram abusos de Raulino Maciel. França informou que espera identificar outras possíveis vítimas do homem durante o curso do inquérito policial. As investigações estão sob sigilo.

Ao UOL, França explicou que as polícias do Rio e de São Paulo trabalham juntas para localizar e identificar as outras vítimas. "O advogado dele pediu para que ele ficasse em silêncio. Ele só vai prestar declarações, ou não, na sede policial, deve chegar aqui no Rio por volta das 21h. É possível falar que existem outras vítimas, alguns nomes já constam nos autos, ainda não chamamos [pra prestar depoimento], porque não era o momento e alguns não foram localizados, mas já estamos providenciando isso, inclusive em conjunto com a polícia paulista".

No Instagram, "RaulZito" soma mais de 200 mil seguidores e, no YouTube, são mais de 140 mil inscritos.

Em nota, o SBT informou que Raulino Maciel não integra mais o quadro de streamers de "SBT Games", do qual fez parte desde o início deste ano. "A emissora aguarda a elucidação dos fatos e resultado da investigação".