PUBLICIDADE
Topo

Influencer é preso suspeito de agressão; vítima teve dano no cérebro

Hayes Grier foi preso no estado da Carolina do Norte, nos EUA  - Reprodução/Instagram
Hayes Grier foi preso no estado da Carolina do Norte, nos EUA Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/08/2021 23h43

O influencer Hayes Grier, ex-estrela do aplicativo de vídeo Vine, foi preso na semana passada suspeito de agressão, de roubo e conspiração. Após o espancamento, a vítima teve dano no cérebro.

Hayes teria espancado um homem e logo depois ter roubado o telefone dele de 1,2 mil dólares, equivalente a R$ 6.216 com a cotação de hoje. O nome da vítima foi identificado pela polícia como William Markolf.

O caso aconteceu no estado da Carolina do Norte, mas a polícia foi até a casa do influencer, na Califórnia, para cumprir o mandado de prisão.

De acordo com o TMZ, um juiz afirmou ter encontrado provas suficientes para prender o influencer, que teria acontecido na última segunda-feira da semana passada.

O motivo para o espancamento não foi explicado, mas o que os policiais disseram que a agressão foi violentamente forte. William teve fratura no osso ocular, danos no cérebro, costelas machucadas, sangramento na parte de trás da cabeça, perda de audição e mais.

Hayes foi liberado após pagar fiança. A polícia ainda apura a participação de um homem chamado Luke Foushee no crime.

O influencer ficou famoso na época do aplicativo Vine, serviço de armazenamento de vídeos em formato curto, após ficar muito conhecido na ferramenta. Além dele, seu irmão, Nash Grier, também ganhou popularidade no aplicativo. Hayes também é o irmão mais novo do quarterback reserva Will Grier do Carolina Panthers.