PUBLICIDADE
Topo

Faturamento aumentou após vídeo recebendo beijo grego, diz ex-BBB Wagner

Colaboração para o UOL

19/08/2021 20h35

O número de assinantes do ex-BBB Wagner Santiago, na plataforma de conteúdo adulto OnlyFans, praticamente dobrou após um vídeo íntimo no qual ele aparece recebendo beijo grego, ser compartilhado nas redes sociais.

Em entrevista ao podcast "4talk", comandado por Victor Sarro e Cíntia Chagas, o curitibano abriu o jogo sobre o episódio e explicou como tudo aconteceu.

Segundo contou, na ocasião em que o vídeo foi gravado, ele havia realizado uma live para comemorar seu primeiro mês na plataforma. No entanto, posteriormente o conteúdo foi vazado na internet e ganhou repercussão nacional, impulsionando a entrada de novos assinantes em sua conta e, consequentemente, seu faturamento.

Quase dobrou de um dia para o outro. Eu fiz essa live há 20 dias em comemoração ao primeiro mês. Era para o pessoal renovar a assinatura. Normal. E durante a semana foi normal. Rolou, sem estresse nenhum. Mas quando eu acordo domingo de manhã, só se falava nisso. Eu fiquei um pouco put*, não entendi isso. Wagner Santiago

Na entrevista, Wagner Santiago explicou que resolveu aderir à plataforma após receber pedidos por fotos de seus pés e de pessoas querendo pagar pelas imagens.

Conforme o ex-BBB, além do conteúdo publicado para os assinantes no OnlyFans, o próprio site permite à pessoa que assina que possa pagar a mais por conteúdo particular, só para ele, e comparou a um pay-per-view para voyers, por exemplo. Além disso, para publicar vídeos explícitos é obrigatório que todos os envolvidos tenham conta no portal adulto.

"Eu comparo ao pay-per-view. Eu vou transar, vou tomar banho, vou varrer meu quintal de cueca, de qualquer jeito. Se alguém paga pra ver isso, eu vou monetizar", afirmou.

Por fim, Wagner criticou o moralismo e admitiu que a maioria do seu público é composto por homens, com um tendência de crescimento no número de mulheres.

"A maioria [dos assinantes] são homens, mas depois vieram muitas mulheres e muitos casais que praticam, mas estão ali escondidos", esclareceu.

Site vai barrar conteúdo pornográfico

O OnlyFans, site que permite cobrar pelo acesso aos posts, é conhecido por hospedar algumas publicações eróticas. Mas, ao que parece, a plataforma quer mudar essa fama. Ela anunciou nesta quinta-feira (19) que vai banir conteúdo "sexualmente explícito" a partir de 1º de outubro.

Contudo, a plataforma afirmou que os usuários poderão publicar fotos e vídeos contendo nudez, desde que estejam dentro das novas políticas anunciadas pela empresa.

Durante a pandemia, o OnlyFans atraiu mais de 130 milhões de usuários, já que profissionais do sexo, músicos e influenciadores digitais começaram a postar conteúdos no site e cobrar dos fãs para terem acesso exclusivo.

Segundo a empresa, as mudanças serão feitas devido a pressão de parceiros financeiros da empresa, que solicitaram a retirada de conteúdo erótico explícito.

"Para garantir a sustentabilidade a longo prazo de nossa plataforma e continuar a hospedar uma comunidade inclusiva de criadores e fãs, devemos desenvolver nossas diretrizes de conteúdo", afirmou o OnlyFans.

De acordo com a Bloomberg, a plataforma afirmou que fornecerá mais orientações sobre sua nova política em breve. A empresa movimentou mais de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10,8 bi, na cotação atual) em vendas no ano passado e deve gerar mais que o dobro neste ano — ela fica com 20% desse valor.