PUBLICIDADE
Topo

Meghan Markle aceita visitar família real com Harry, mas faz exigências

 Localizada na Califórnia, Estados Unidos, mansão luxuosa do Príncipe Harry e Meghan Markle tem detalhes impressionantes revelados   - Grupo CARAS
Localizada na Califórnia, Estados Unidos, mansão luxuosa do Príncipe Harry e Meghan Markle tem detalhes impressionantes revelados Imagem: Grupo CARAS

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/09/2021 21h03

Há um ano e meio, o príncipe Harry, de 37 anos, e Meghan Markle, 40, deixaram o Reino Unido para viver em outro país. Ao longo desse período, os dois se mudaram para os Estados Unidos, mas desde então ainda não fizeram uma visita para a família real. Na semana, a duquesa de Sussex até disse que pretende ver a família real britânica, mas, para a viagem, ela faz uma lista de exigências.

De acordo com o site Heat World, membros da família real britânica ficaram surpresos após descobrirem que Meghan está pronta para viajar com Harry à Inglaterra.

Para acompanhar o príncipe Harry, o casal quer uma reunião com a rainha Elizabeth II para 'construir pontes' após mais de um ano de tensão. Eles também querem apresentar a filha bebê de três meses, Lilibet, e familiarizar a rainha com o filho de dois anos, Archie.

Idealmente, ela gostaria de viajar no final de setembro ou outubro, especialmente se os planos para uma homenagem pública à princesa Diana forem adiante. Mas ela tem condições.

Entre elas estão seguranças ao lado dela e de sua família 24 horas por dia, 7 dias por semana, acomodações cinco estrelas e a garantia de que terá controle total sobre as coletivas de imprensa, além do Harry do seu lado durante todo o tempo.

"Ela está fazendo isso por Harry e as crianças, pois percebe que é importante, mas depois de tudo que ela passou no Reino Unido, há uma grande resistência", disse a fonte.

O retorno do casal ao Reino Unido vai ocorrer poucos meses após Harry e Meghan acusarem "The Firm" de divulgarem mentiras sobre eles durante a entrevista com Oprah Winfrey. O portal afirma que Meghan sabe a importância da viagem, principalmente para o príncipe, mas não vai se curvar a ninguém.

Entretanto, o casal está bem ciente de que ainda têm muitos críticos no Reino Unido, principalmente Meghan. Ela já se prepara para ter cada movimento 'examinado', por isso pretende tomar as medidas necessárias para se proteger.

Harry e Meghan se casaram em 2018, e decidiram, no ano passado, deixar a família real. A oficialização foi confirmada em fevereiro deste ano. Em 2020, eles passaram um tempo no Canadá e depois se mudaram de vez para os Estados Unidos. A saída se deu em razão de conflitos de Meghan com a família real britânica.