PUBLICIDADE
Topo

MasterChef

Helena é a 13ª eliminada do 'MasterChef' após prato sem sal

Helena é eliminada do "MasterChef" - Reprodução/Band
Helena é eliminada do "MasterChef" Imagem: Reprodução/Band

Colaboração para o UOL

29/09/2021 00h50Atualizada em 29/09/2021 11h59

A jornalista Helena Furtado, 43 anos, foi a 13ª eliminada do "MasterChef Brasil", na oitava temporada com participantes amadores do reality show da Band.

A mineira disputou até o final com Daphne e foi eliminada devido a uma lagosta crua e um arroz que "perdia" o gosto. A falta de sal na comida também foi um ponto crucial.

Jacquin classificou o ato de cozinhar como o mais "delicado" de todos ao anunciar a eliminada. De acordo com os chefs, o prato de Helena "desaparecia" na boca.

"Quando o Renato saiu, ele ficou pensando que tava com vergonha de falar com os filhos. Tudo que eu quero é contar pra elas o que eu vivi aqui", destacou a jornalista, emocionada.

Questionada por Ana Paula, Helena disse que pediu aos colegas de mezanino que não a salvassem mais uma vez, pois já havia recebido mais "segundas" chances. Helena ainda agradeceu a Jacquin, Rizzo e Fogaça por todos os ensinamentos ao longo do programa e deixou o programa às lágrimas

Veja o que aconteceu no episódio de hoje de 'MasterChef'

s - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

A primeira prova do episódio consistiu em uma das mais clássicas comidas brasileiras: a feijoada. Divididos em duplas, os participantes precisariam fazer uma feijoada completa, com vinagrete, banana à milanesa, bisteca, arroz, farofa, couve e um molho.

  • Eduardo e Ana
  • Raquel e Daphne
  • Sérgio e Isabella
  • Helena e Márcio
  • Heitor e Luiz
Kelyn foi a participante que "sobrou" após a divisão das duplas e ganhou uma parceira especial: a cantora Gretchen, eterna rainha do rebolado.
  • Kelyn e Gretchen

Vencedor da última prova de eliminação, Eduardo ganhou o privilégio de definir, entre as duplas, quem começaria cozinhando (já que, na dinâmica de hoje, a dupla cozinha um a cada 10 minutos).

A prova causou atrito entre a maioria das duplas, que não conseguiu se entender devido ao fato de os dois não cozinharem ao mesmo tempo. Isabella e Sérgio e Ana e Edu foram as duplas que apresentaram mais problemas no decorrer da prova, devido ao conflito de "ordens" dadas.

Os melhores

Heitor e Luiz foram a dupla vencedora. Os chefs classificaram a dupla como um "sucesso", que fez uma feijoada com "gosto de feijoada" e que poderiam, inclusive, abrir um boteco.

Isabella e Sérgio também arrancaram elogios dos jurados, especialmente pelo ponto do feijão, o molho picante e a boa harmonização de todos os pontos.

Kelyn e Gretchen foram menos elogiadas que as outras duplas, porém ainda acima dos demais. Os chefs gostaram do prato e o classificaram como bem equilibrado.

Os piores

Ana e Eduardo foram a dupla mais detonada e eleitas como a pior dupla. Coube a Fogaça ser o "vilão" da vez, classificando o prato dos dois como uma feijoada "rançosa e sebosa", com um vinagrete "nada a ver" e ruim. Por serem a pior das duplas, eles começaram a prova de eliminação em desvantagem, tendo 10 minutos a menos para executar a mesma.

Helena e Márcio também foram bastante criticados. Jacquin afirmou não encontrar a carne no prato e ter sentido um gosto forte no feijão, com gosto de cachaça. Fogaça classificou o prato como uma "feijoada bêbada".

Daphne e Raquel não foram tão criticados como os demais, mas perderam "pontos" na montagem, no empratamento considerado como "estranho" e por terem mexido a caipirinha com o dedo.

Prova de eliminação

A prova de eliminação assustou os 6 competidores desde o princípio, ao serem informados que teriam que fazer um prato com lagosta. Raquel se emocionou e até chorou ao achar que precisaria matar a lagosta - os animais, porém, já estavam na geladeira.

Vencedores da prova anterior, Heitor e Luiz precisaram escolher um participante para ter 10 minutos a menos de prova assim como Ana e Eduardo. A dupla elegeu Daphne.

Durante a execução da prova, Ana e Helena foram as que mais me chamaram atenção, por escolherem pratos que, de acordo com os participantes do mezanino, não valorizavam a lagosta em si. Ana também se enrolou com o tempo e terminou seu prato (uma massa) nos momentos finais. Raquel também teve dificuldades com o tempo e o empratamento.

Márcio também teve dificuldades por, segundo ele, nunca ter feito nem comido lagosta.

Daphne e Eduardo foram os mais "tranquilos". Os ex-Masterchef Kids usaram a imaginação e criaram pratos que valorizaram a lagosta. Daphne chegou a se enrolar no começo, mas depois conseguiu se desenrolar ao emular as lagostas em forma de charutos.

Avaliações

Eduardo apostou em uma lagosta ao forno com purê de mandioquinha e espuma de coco, um prato que, segundo ele, foi inspirado em Jacquin. Fogaça achou que o purê faltou cor, mas elogiou o gosto do prato. Helena sentiu falta de acidez e Jacquin elogiou o garoto, afirmando que ele "respeitou" a lagosta.

Helena fez um arroz caldoso de lagosta com salada de ervas. Ela usou a cabeça do animal para o prato. A lagosta foi elogiada, embora considerada um pouco crua. Fogaça acreditou que a chef "relaxou" demais. Os jurados também apontaram a falta de sal no prato e Helena confessou não se lembrar se o colocou ou não.

Daphne fez uma lagosta na manteiga com um roll de abacate (em forma de lagosta). A chef foi elogiada pela criatividade, pela maionese de ervilha, mas também foi criticada pela falta de acidez e também pela lagosta ter passado um pouco do ponto.

Ana Paula foi elogiada pelo raviolli de lagostas e por ter "elevado" o animal. Contudo, recebeu o apontamento apenas de ter tomado mais cuidado com a massa, que ficou muito grossa.

Raquel apostou em lagosta na manteiga com uma salada de quinoa, elogiada por ter levado ao prato um toque de "frutos do mar". A maior crítica a chef foi a apresentação e ao cozimento da lagosta, mas elogiada pelo gosto.

Márcio foi o último a levar seu prato, um medalhão de lagosta na manteiga com espaguetti - que foi muito elogiado. Ele pecou por ter deixado a lagosta crua, a principal crítica feita pelos chefs.

Após deliberação, os jurados deram a vitória da prova a Raquel e salvaram ainda Ana e Eduardo, deixando Daphne, Helena e Márcio para serem eliminados.

Nova dinâmica

Com a iminência do Top 10, a dinâmica de salvação do mezanino também mudou, com cada um votando individualmente.

Márcio foi o mais votado, deixando Daphne e Helena para receberem o veredito do júri, que escolheu eliminar Helena.

MasterChef