PUBLICIDADE
Topo

Mãe de Paulo Gustavo diz que dor da perda 'é cada dia pior': 'Não acalma'

Déa Lúcia disse que a "cada dia" sente mais saudades de Paulo Gustavo - Imagem: Reprodução/Instagram@paulogustavo31
Déa Lúcia disse que a "cada dia" sente mais saudades de Paulo Gustavo Imagem: Imagem: Reprodução/Instagram@paulogustavo31

Colaboração para o UOL, em Alagoas

15/10/2021 20h08

Déa Lúcia, mãe do ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu em maio em decorrência da covid-19, disse que ainda não conseguiu superar a dor de perder o filho aos 42 anos.

Em entrevista ao O Globo, Déa, que foi a inspiração de Paulo Gustavo para sua personagem mais famosa, a Dona Hermínia, contou que "cada vez mais" sente falta do artista e que a "cada dia" a dor é "pior".

"Não acalma. É cada dia pior. Cada vez sinto mais falta dele. Paulo Gustavo era um homem com h maiúsculo. Aquele homem com quem você sabia que podia contar. Um cara bondoso. Tinha o gênio dele, como todo mundo, porque ninguém é perfeito. Ele faz muita falta, era um amigão. Virou mais tarde meu protetor. No final, ele era meu pai. Fazia tudo por mim, pela família, pelos amigos, pelo Brasil. Ele fez tudo o que você possa imaginar para ajudar o próximo", afirmou.

Recentemente, Déa Lúcia deixou de morar em Niterói e se mudou para o Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, para ficar mais próxima dos netos, Gael e Romeu, de 2 anos, que moram com o pai, Thales Bretas, viúvo do famoso, na Lagoa, também na capital fluminense.

A mãe de Paulo Gustavo destacou que hoje Gael e Romeu são sua "razão de viver". "Eles são maravilhosos, lindos", declarou.