PUBLICIDADE
Topo

Ator Johnny Massaro defende falar sobre sexo na TV: 'Envolve muitos tabus'

Johnny Massaro, ator de "Verdades Secretas 2" - Instagram/@johnnyomassaro
Johnny Massaro, ator de 'Verdades Secretas 2' Imagem: Instagram/@johnnyomassaro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/10/2021 08h38

Johnny Massaro, ator de "Verdades Secretas 2", falou, em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, no O Globo, sobre a importância trazer a discussão de temas polêmicos como sexo para as telas.

"O que encanta também é o que assusta. Quando se fala sobre os nossos desejos, sobretudo os sexuais, naturalmente isso envolve muitos tabus. Não estamos acostumados a falar sobre sexo. E é uma coisa primordial. Nenhum de nós estaria aqui se não fossem duas pessoas que se uniram através do ato sexual", disse Massaro.

Ele continua: "Tem todo um processo histórico e social que acaba criando tabus, e a gente absorve. Não só como ator, mas como pessoa, fico interessado em desmistificar o que é se relacionar e explorar isso. O que não quer dizer que a estrutura que se considera normal também não seja possível. A gente está falando de uma infinidade de arranjos possíveis dentro do desejo".

O artista ainda chama a atenção para a necessidade de abordar esse tema na TV e no cinema: "De certa maneira, a arte não pode se limitar. Se você limita, você assassina o próprio intuito dela, que é fazer pensar e transformar. E isso ainda no streaming, que é algo que você pode escolher ver. Nas próprias novelas, há alguns anos, selinho entre dois homens era um escândalo. Existe na vida, por que não estar lá?".

Ele, que tornou público seu relacionamento com João Pedro Accioly no mesmo dia de estreia do teaser da novela, também falou da coincidência: "Foi um momento natural e engraçado. Fico feliz de como se deu, de poder aprender com alguém, me divertir com algúem e confiar em alguém. É uma história muito bonita".

E, apesar dos desafios, Johnny Massaro se mostrou otimista e com boas perspectivas para o futuro: "Estou animado para fazer 30, animado com o mundo. Tem sido desafiador tudo o que está acontecendo, encarar no nosso governo a nossa própria ignorância... Porque é um reflexo. Mas a gente tem tantas possibilidades".

"Embora ainda tenha muita coisa pela frente, a gente já caminhou muito. Não se deve perder de vista que o caminho é lento, mas a gente não pode abandonar o barco. Eu fiquei um pouco nessa de 'vou abandonar o barco, deixar para lá'. Mas estou de novo com energia e foco para estar no mundo de maneira esperançosa. Em 2022, as coisas vão ser diferentes. E obras como 'Verdades secretas' põem o pé na porta, riscam o fósforo e explodem a coisa".