Resumo dos capítulos

Dulcinéa segue Pietra, na saída do castelo

Dulcinéa está espantada diante de Pietra ao saber que ela quer procurar por sua mãe e pergunta se ela não tinha morrido. Pietra diz que sua mãe marcou um encontro através de uma mensagem que recebeu. Carmona coloca algumas coisas num baú, quando Enrico entra. Enrico diz a Carmona que ela não pode ir embora. Severo está diante de Selena e Marion, que aguardam uma resposta. Fernão chega e diz a Severo que Enrico não aceita se submeter ao seu comando e que Belaventura parece que vai se tornar um reino independente, para espanto de Severo. Mistral prepara um discurso para a coroação de Enrico e comenta com Jacques que eal seja repleta de esperança. Tácitus diz à Carmona que ela está errada. Carmona pede que a ajude a fechar o baú e Tácitus se nega. Carmona diz que vai para a casa de Páris e Tácitus pede que ela não vá. Tamar e Dumas levam para o palacete de Páris um baú com pertences de Bartolion. Gonzalo vai até o castelo de Valedo para falar com Brione e encontra com Cedric. Cedric diz que Brione não pode atender porque está se preparando para a coroação. Cedric chama os guardas para retirar Gonzalo do castelo. Joniel caminha pela Vila quando Fergau o surpreende e o empura contra uma parede. Fergau tem um facão e aponta para o pescoço de Joniel. Fergau pergunta por Arturo. Fergau diz não contou quem levou o garoto e que dará mais uma chance a Joniel. Fergau diz a Joniel que negocie com o novo rei, e pegar a terra que seria para os Errantes e destinar para o povo de Terragalon. Arturo está deitado na cama, com as talas de madeira. Dulcinéa segue Pietra, na saída do castelo. Pietra monta o cavalo e sai para o encontro. Enrico comenta com Jacques que com a sua coroação, Severo pode querer se vingar em Bartolion. Cedric sugere a Severo que negocie com Bartolion compara que Enrico desista da coroação, caso contrário, que Bartolion seja queimado numa grande fogueira.