Resumo dos capítulos

Otoniel conta a Cedric que Lizabeta despertou e ele se surpreende

Otoniel, Enrico e Carmona muito emocionados diante de Lizabeta. Pietra implora a Fernão que a ajude a encontrar a caixa. Lizabeta pergunta por Jacques. Mistral comenta com Elia que a princesa Lizabeta acordou. Accalon, Daros, Gregor e Tácitus fazem a busca na floresta atrás de Pietra. Eles se detêm ao verem no solo um pano com sangue. Lizabeta conta a Enrico que Merlino deu algo para ela beber antes de adormecer. Otoniel conta a Cedric que Lizabeta despertou e ele se surpreende. Dumas pergunta à Tamar se a promessa de casamento entre eles foi mesmo desfeita. Tamar assente, sorrindo. Dumas beija a mão de Tamar. Cedric vai até a prisão onde está Gonzalo e o acusa de ser o invasor do castelo e que colocou a flecha no trono do rei e o sangue na cama da princesa Carmona para fragilizar o rei. Gonzalo nega e jura ser inocente e diz que Nodier está tentando achar um culpado. Gonzalo diz que foi ao castelo saber informações da família de Brione e declara que fez isso por amor a ela. No castelo de Valedo, Laurinda se encontra com Pietra e pergunta o que ela está fazendo lá. Pietra pede ajuda e diz que foi arrastada por lá por Fernão. Dulcinéa mexe em algumas trouxas de baús antigos e retira roupas velhas. Falstaff aparece e diz que não há necessidade daquilo e que irá arrumar vestes novas para ela. Dulcinéa pede que ele pare de ser dissimulado e afirma que a gravidez foi o primeiro passo para suas irmãs desaparecerem. Lizabeta diz à Elia que precisa ver Enrico. Otoniel manda trazer Severo, Marion, Jacques, Leocádia e Arturo na sala do trono para dizer que não haverá guerra entre eles. Jacques pede para ver Lizabeta e Otoniel nega e pede para esquecê-la. Enrico está na floresta a procura de Pietra. Carmona reclama com Cedric que Enrico não vai descansar enquanto não trouxer Pietra de volta ao castelo. Mistral diz a Jacques que ele deveria ter voltado para o castelo com sua família. Jacques diz que não será cúmplice de seu pai. Jacques está prestes a ir embora do castelo quando Lizabeta grita seu nome. Os dois se abraçam e se beijam. Pietra finge que dorme, quando Fernão se aproxima com um prato de comida. Quando Fernão vai levantar Pietra, ela tira a adaga e encosta no pescoço dele e diz para leva-la até a caixa de sua mãe.