Resumo dos capítulos

Ravina se diverte com os familiares

Sob um capuz, a pessoa acusada é jogada ao rio Eufrates. Beroso e Fassur observam, vitoriosos. Zadoque diz que é preciso ter fé. Elga apoia Malca. Zac chega às margens do rio Eufrates e se desespera. Ele dá um soco em Fassur. O sacerdote anda pelas ruas e é reconhecido por algumas camponesas, que o acusam de abuso. Fassur teme a ira das mulheres. Elga lamenta o tempo perdido ao lado do sacerdote. Ferido com os golpes dados pelas camponesas, Fassur fala com Deus em um misto de pânico e ódio. Alguns abutres se aproximam dele. Em um campo, Asher beija Joana e se perde nas lembranças. Vemos que Asher se passou por Joana e pulou no rio Eufrates em seu lugar. Alguns anos se passam. Envelhecidos, Daniel conversa com Lia. Asher pastoreia algumas ovelhas no campo e acaricia Joana. Eles estão felizes ao lado dos filhos, Abel, Dinah e Marta. Lior e Benjamin com eles. Amargurado e aparentando uns cinquenta anos, Zac recebe ordens de Belsazar no palácio. Daniel se recorda de uma de suas visões. Ele e Lia falam do amor entre Ainoã e Labash-Marduk. Nitócris aconselha Belsazar a não realizar o banquete, mas ele se mostra decidido. Absalom trabalha ao lado de seu filho e de sua filha. Tamir e Shamir, com os filhos, discutem com a s esposas. Vestido com vestes de rico e ao lado da esposa, Oziel avista Rabe-Sáris na sarjeta. Ele explica que depois da morte de Fassur prosperou nos negócios. Bem mais velhos, Ravina e Ilana se reúnem com os filhos. Shag-Shag beija Arioque. Aspenaz e Nitócris falam sobre as atrocidades cometidas por Belsazar. Lia avisa que todos no palácio estão se preparando para o Banquete de Belsazar. Ravina se diverte com os familiares. Absalom e Dana passeiam com os filhos. No campo, Joana se abraça a Asher e diz estar chegando sua hora. Os nobres comem e festejam no Banquete de Belsazar. Aos arredores da Babilônia, Dario e alguns oficias observam a cidade. O general avisa que cortará a cabeça de Belsazar.