PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Vê TV

Nossos colunistas apresentam uma divertida mesa redonda semanal com os destaques da TV brasileira.


UOL Vê TV #19: Humor de Carioca a favor de Bolsonaro constrange público

Do UOL, em São Paulo

11/03/2020 04h00

A estreia de um novo quadro do Domingo Espetacular da Record, com o humorista Márvio Lúcio, o Carioca, imitando o presidente Jair Bolsonaro, com o personagem 'Bolsonabo', foi um dos principais assuntos da TV nos últimos dias, antes mesmo de o programa ir ao ar, já que os próprios canais de comunicação do governo tornaram pública parte da imitação.

No podcast UOL Vê TV #19, Chico Barney, Débora Miranda e Maurício Stycer analisam a repercussão e também o quadro em si, que chamou a atenção pelo afago e a pouca provocação ao alvo da imitação, no caso, o presidente da República, até pelo perfil do humor que é geralmente feito pelo próprio humorista.

"Quando o humorista está lidando com um interlocutor e é tudo muito confortável, é um humorista meio Caras, de assessoria de imprensa, um negócio muito positivo, eu acho que acaba ficando, o constrangimento fica todo no telespectador. A brincadeira entre eles era meio que um papo de comadre, um negócio super confortável, sem nenhum confrontamento, que é a marca do Carioca, uma marca daquele humor do Pânico na TV", afirma Chico Barney (disponível no vídeo acima a partir de 5:13).

Além do encontro e das aparições ao lado do presidente, Carioca também fez uma entrevista com Bolsonaro, mas com perguntas que não exploraram o que o humorista faz de melhor, a provocação.

"Eu não gostei, acho que foi totalmente fora do tom, gargalhando o tempo inteiro, beirou a histeria pra mim. Ele não conseguia nem desenvolver um assunto, uma troca ali estranha, umas perguntas estranhas, que não acrescentaram nada. Sua cor favorita, em que filho batia mais, eu achei lamentável", opina Débora Miranda (no vídeo em 3:49).

Maurício Stycer também comenta a forma como Bolsonaro acabou deixando o humorista em situação ruim ao fugir de perguntas sobre assuntos importantes, como o anúncio do PIB, deixando para que o humorista respondesse aos mesmos jornalistas que haviam se recusado a fazer perguntas ao Carioca após ele oferecer bananas a eles.

"Ele é um exímio imitador, um dos grandes imitadores que a gente tem. Eu acho que também foi prejudicado um pouco pela maciça divulgação que teve antes do vídeo todo da encenação que aconteceu e que foi divulgado pelo governo no Facebook oficial do Bolsonaro", afirma Stycer.

"Era o dia em que tinha sido anunciado o resultado do PIB, o que foi uma decepção, o Bolsonaro usou o Carioca para não responder. Então ficou uma situação péssima para o Carioca. Isso eu falei pessoalmente para ele, foi uma piada que não funcionou e foi ruim para ele", completa o jornalista (disponível a partir de 7:36).

O episódio desta semana também analisa a estreia do programa Domingo Show com a apresentação de Sabrina Sato, outras novidades da programação da Record, o SBT ganhando na audiência com Chaves em Acapulco e o BBB 20. Tem ainda a eleição dos melhores e piores da semana na TV.

O UOL Vê TV é uma mesa-redonda com os assuntos mais quentes da televisão na semana. É apresentada por Chico Barney, Flávio Ricco e Mauricio Stycer, colunistas do UOL, e por Débora Miranda, editora de TV e Famosos. Vai ao ar semanalmente e discute as produções televisivas, com análises e informações de bastidores.

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No Youtube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo. Podcasts são programas que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar —no computador, no smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão todos disponíveis em uol.com.br/podcasts.

UOL Vê TV