PUBLICIDADE
Topo

Vídeos


Vídeos

Lampião da Esquina: "Lula acreditava que não existiam operários gays"

UOL Entretenimento

24/08/2016 21h09

O documentário "Lampião da Esquina", dirigido por Lívia Perez, mostra a trajetória do primeiro tabloide LGBT do Brasil. Fundado por Aguinaldo Silva, João Silverio Trevisan e outros jornalistas abertamente gays, o jornal inovou ao publicar a linguagem que as bichas usavam na rua e ao abordar também temas ligados a todas as "políticas menores" (como se dizia na época): feminismo, racismo e causas ambientais. Trevisan e Glauco Mattoso, outro colaborador frequente da publicação, lembram como o "Lampião da Esquina" incomodava tanto a direita como a esquerda no final da ditadura: "não éramos aceitos por nenhum movimento. Tínhamos consciência de que a esquerda tradicional também era muito preconceituosa", conta Trevisan ao recordar-se da entrevista que fez com Lula, na época líder operário. "Ele disse que não conhecia homossexuais dentro da classe operária. Recebemos depois várias cópias de RG de bichas do ABC mostrando que existiam sim", ri. Mattoso e Trevisan concordam que o jornal acabou por estabelecer as bases da visibilidade LGBT que hoje é tão comum.

Vídeos