Topo

Após polêmica, família Lima comenta troca de selinhos entre pai e filha

Reprodução/TV Globo
Família Lima conversa com Tiago Leifert no "BBB18" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

25/01/2018 00h12

Na noite desta quarta-feira (24), em uma entrada ao vivo, Tiago Leifert esclareceu o motivo pelo qual a família Lima foi chamada pela produção. "Tem gente que acha a família normal, tem gente que acha que tem excesso de intimidade", disse o apresentador, que bateu um papo, algumas horas antes, com os quatro integrantes para esclarecer a polêmica dos selinhos que Ayrton dá em sua filha.

"Uma coisa que a gente aprendeu aqui fora esses dias é que essa coisa do selinho entre familiares não é tão comum aqui fora quanto a gente achava que era. Muitas pessoas acham estranho o selinho. Como é que é o selinho para vocês?", questionou o apresentador.

"Na minha família isso não era comum, na casa da minha mãe e do meu pai. Mas na casa do Ayrton é sim. Eu aprendi que é um ato de carinho, não tem maldade nenhuma. Todos os pequenos da família gigantesca dão selinho, não há maldade nenhuma, nada mais é do que um ato de carinho. É como falar 'eu te amo', explicou Eva, a matriarca da família. Ana Clara acrescentou: "Na casa da minha vó sempre foi assim, é normal".

"Beijo meus sobrinhos na boca, beijo as minhas sobrinhas na boca e não tem maldade nenhuma, é um gesto de muito carinho e de muito amor. Na minha família sempre aconteceu e vai acontecer. Vai passar de geração para geração e é normal", se defendeu Ayrton.

A família ainda disse que costuma dar selinho em qualquer lugar e que até mesmo dentro da família ninguém nunca estranhou. Porém, Eva resolveu ponderar: " Dependendo de como isso está sendo visto, é uma coisa que devemos repensar...Entendam que isso tem muito amor por trás, muito respeito e se alguém viu isso de uma forma negativa também tem que repensar isso". Leifert se despediu dos quatro e disse: "Estamos aqui para conviver com as diferenças".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!