Topo

Viegas critica Nayara: "Fácil ser privilegiada e tomar vinho ouvindo jazz"

Reprodução/Globoplay
Viegas fala com Wagner Imagem: Reprodução/Globoplay

Do UOL, em São Paulo

18/02/2018 21h36

Em conversa com Wagner na noite deste domingo (18), Viegas voltou a criticar Nayara. O brother afirmou que a postura da sister é muito conveniente para alguém que ocupa uma posição social mais confortável: "Ficar lá privilegiada tomando vinho e ouvindo jazz é muito fácil, nenhum dos amigos dela é da quebrada".

"Que bom que naquele dia que a gente discutiu acabei ficando quieto. Mas naquele dia lá que debati, mano, certeza que ia mandar a letra que nunca vi ela no rolê, ela fica lá privilegiada tomando vinho e ouvindo jazz e isso é muito fácil, nenhum dos amigos dela é da quebrada. Ela diz que não levanta bandeiras, mas ela não saca a importância de simplesmente estar aqui, do que isso significa pra galera de onde eu venho", explicou Viegas.

O músico brigou com Nayara quando a sister desaprovou uma brincadeira do brother com uma bandana.

Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"É importante ter um Lázaro Ramos apresentando um programa, uma Taís Araújo falando sobre preconceito, Karol Conká e Tássia Reis na capa da revista da Avon, o Emicida na Rolling Stone. Na minha quebrada ninguém parece com o Rodrigo Hilbert, então o moleque vai lá e pensa que só o cara branco e rico pode fazer música, pode estudar teatro. Ninguém na comunidade tem a cara do Tiago Iorc, se só tiver ele fazendo música nenhum moleque negro vai achar que pode. Sem um Nego do Borel em "Malhação", já era. Pra sempre só vamos entrar em novela fazendo papel de escravo", finalizou Viegas.