Topo

"Não queria que o Lucas ganhasse o 'BBB'", diz Nayara

Reprodução/Gshow
Nayara Imagem: Reprodução/Gshow

Colaboração para o UOL

21/02/2018 10h24

Nayara falou de sua eliminação do "Big Brother Brasil" no "Mais Você" desta quarta-feira (18). A jornalista, que deixou o "BBB 18" com 92.69% dos votos, afirma que não teria mudado seu comportamento na casa.

"Não mudaria nada, amada. Olhar as coisas e fingir que não estou vendo é uma prática que eu nunca consegui. Eu teria de me omitir, deixar de fazer coisas. Vejo pessoas falando [no BBB é] 'um bando de vagabundo, estão de férias'. O clima é hostil, quando alguém é Líder, automaticamente os outros se juntam a ele. Eu achei que ia [ser indicada] pela casa. Acabava sempre sobrando para mim as brigas. Acho que agora o jogo vai ficar um pouco mais manso", aposta.

Ela falou sobre a representatividade, que tanto defendeu durante o confinamento. "Estive no programa representando uma cota, tem que ter a cota do preto, uma representatividade social. Eu acabo representando uma comunidade, mas não que isso fosse uma bandeira. Em 18 edições, num país majoritariamente de pretos, é possível que um seja campeão".

Nayara nega que esteja apaixonada por Lucas - que teve uma crise de choro após sua saída. "Eu me apaixonei pela figura dele, pela história de esforço. Ele representa uma região desfavorecida. Sou muito idealista. Não queria que o Lucas ganhasse primeiro porque ele conseguiu muita coisa na vida e, desde o começo, eu falo que queria que menos favorecidos ganhassem o prêmio".