Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Cinco categorias ficaram de fora do Troféu Imprensa: veja quais foram

Mauricio Stycer

30/04/2019 05h01

Silvia Abravanel recebeu de Silvio Santos o Troféu Imprensa e de internet referentes a 2017

Ao entregar o Troféu Imprensa e de internet a Silvia Abravanel, conquistado em 2017 pelo melhor programa infantil, Silvio Santos lembrou à filha que cancelou a premiação em 2019 por falta de atrações na área. "Este ano não teve a votação. Vai disputar com quem? Não tem mais ninguém", informou o apresentador.

Na verdade, a categoria infantil tinha vários candidatos, incluindo o "Bom Dia & Cia", apresentado por Silvia, "Cocoricó", da TV Cultura, e "Detetives do Prédio Azul", do canal pago Gloob. A lista com dez candidatos foi apresentada ao público em janeiro, que votou pela internet. Mas agora em abril, antes da gravação, Silvio decidiu não apresentar os três mais votados diante do júri do Troféu Imprensa.

Todo ano, o apresentador corta algumas categorias antes da gravação do programa. O motivo principal é a preocupação com a duração do "Troféu Imprensa", que ocupa entre três horas e meia e quatro horas do domingo.

Este ano, das 20 categorias que foram oferecidas para votação na internet, cinco foram excluídas. Além de infantil, também saíram reality show, conjunto musical, melhor comercial e programa jornalístico.

Esta última foi fundida com programa de TV, o que acabou provocando alguma dificuldade na hora da votação por misturar atrações de naturezas diferentes. O "Conexão Repórter", apresentado por Roberto Cabrini, competiu e venceu "Fantástico" e "Domingo Espetacular".

Veja também
Troféu Imprensa 2019: Veja lista completa de vencedores
SBT corta Silvio comparando atriz a Claudia Leitte no Troféu Imprensa
No Troféu Imprensa, Silvia Abravanel agradece ao pai o aumento de salário

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.