Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Problema de Maísa não é a Globo, mas a falta de imaginação da sua pauta

Mauricio Stycer

2021-05-20T19:05:01

21/05/2019 05h01

Maisa já recebeu oito contratados do SBT em seu programa, entre eles a apresentadora Eliana

Há menos de três meses no ar com um programa de entrevistas no SBT, Maisa Silva veio a público reclamar da Globo. Ao vetar a presença de seus contratados, a emissora carioca estaria prejudicando a sua atração, protestou a jovem apresentadora.

"A Globo está dificultando demais o meu programa", disse Maisa ao blog de Leo Dias, citando artistas que já convidou, mas ainda não foram autorizados a ir ao SBT. A apresentadora também lamentou a ingratidão da emissora concorrente. "Quando eles precisaram de mim eu fui lá com o maior amor, fui entrevistada pelo 'Programa do Bial', divulguei, e na hora que o convidei para o meu, por exemplo, não autorizaram".

Até entendo a reclamação de Maísa, mas acho que o problema é outro. Quem organiza a lista de convidados de seu programa tem demonstrado pouca imaginação. Das 21 pessoas que participaram dos dez primeiros episódios, oito eram artistas do SBT: Matheus Ceará, Celso Portiolli, Leo Dias, Christina Rocha, Eliana, Marlei Cevada, Raul Gil e Helen Ganzarolli.

Em diversos momentos, o "Programa da Maísa" tem tido a aparência de um "Vídeo Show" do SBT. Muita promoção dos artistas da casa, perguntas fáceis e bajulação.

Culpa da Globo? Antes de estrear o "Programa do Porchat", na Record, em agosto de 2016, o apresentador fez uma reclamação parecida. "Monopólio atrapalha; não poder convidar artistas da Globo é uma limitação", disse. Mas Porchat superou esta dificuldade com uma pauta criativa e convidados dos mais diversos lugares, incluindo emissoras concorrentes, como o próprio SBT e RedeTV!.

Elogiei a estreia, mas o "Programa da Maisa', nestes seus primeiros dez episódios, demonstrou impressionante falta de ousadia e ambição na sua lista de convidados. Não houve nenhuma surpresa até agora. Veja:

Episódio 1: Fernanda Souza e Matheus Ceará
Episódio 2: Gretchen e Celso Portiolli
Episódio 3: Marília Mendonça, Maiara e Maraísa
Episódio 4: Leo Dias e Carlinhos Maia
Episódio 5: Alok e Ronnie Von
Episódio 6: Christina Rocha e Gustavo Mioto
Episódio 7: Eliana e Hugo Gloss
Episódio 8: Marlei Cevada e Karol Conká
Episodio 9: Anitta e Marcelo Tas
Episódio 10: Raul Gil e Helen Ganzarolli

Não vou entrar no mérito das razões da Globo para não liberar seus contratados para o programa do SBT. É um problema entre empresas. Só acho que Maísa deveria investir numa pauta mais criativa e diversificada para não depender de convidados da emissora carioca. É isso que se espera de um programa de entrevistas jovem e dinâmico.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.