Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Envolvido com tragédia, Bacci parece parente dando conselhos e bronca no ar

Mauricio Stycer

10/06/2019 18h39

Não surpreende que o assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais, ocorrido no domingo (09), tenha sido o assunto principal de telejornais locais e dos programas policiais vespertinos da TV nesta segunda-feira (10). O crime brutal e as suas circunstâncias justificam o interesse – o pai da namorada do ator é acusado do triplo homicídio.

Em meio a uma cobertura carregada nas tintas em todos os canais, o "Cidade Alerta", na Record, conseguiu chamar a atenção. O apresentador Luiz Bacci mostrou um envolvimento exagerado com o caso, como se fosse uma pessoa próxima à Isabela Tibcherani, a namorada de Rafael.

Bacci disse que iria ajudá-la a arrumar emprego. Também manifestou preocupação ao saber que ela havia contratado um advogado sem consultá-lo. "Mas ela não falou nada sobre isso na entrevista", estranhou. Num momento de maior entusiasmo, disse: "A gente não pode nem dizer que ela tem pai".

A observação, explicou depois, seria apenas a reprodução de algo que a própria Isabela disse. Ora, uma coisa é a menina falar do pai; outra, muito diferente, é o apresentador da Record fazer a observação que fez, como se fosse um parente ou amigo de Isabela.

Bacci também deu bronca na mãe de Isabela por não ter denunciado o pai em outra ocasião, na qual teria sido vítima de violência doméstica. E pediu: "Eu preciso que o Brasil acolha, abrace essa menina".

Menos, Bacci.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.