Topo

Televisão


Ator Rafael Miguel, de Chiquititas, e pais são enterrados em São Paulo

Paulo Pacheco*

Do UOL, em São Paulo

10/06/2019 17h07

Familiares, amigos e fãs de Rafael Miguel, que fez a novela Chiquititas, no SBT, lotaram o Cemitério Campo Grande, zona sul de São Paulo, para acompanhar o velório e enterro do ator de 22 anos e dos pais dele, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50. Os três foram assassinados ontem, no bairro de Pedreira, também na zona sul.

Isabela Tibcherani, namorada do ator de 18 anos, foi escoltada por policiais ao enterro. O pai dela, Paulo Cupertino, que está foragido, é o principal suspeito da morte de Rafael e os pais, segundo a polícia.

Centenas de pessoas já chegavam ao local por volta da 13h30, mas os corpos só chegaram uma hora depois, em dois carros funerários.

As atrizes Manuela do Monte e Giovanna Grigio, que trabalharam com Rafael em Chiquititas, compareceram, mas evitaram falar com a imprensa. Giovanna entrou chorando, e Manuela limitou-se a dizer: "Esse assassinato só me faz ser ainda mais e terminantemente contra o porte de armas no Brasil".

Giulia Garcia, que interpretou a Ana da novela do SBT, chegou por volta das 15h, mas não conseguiu entrar. "Só pode entrar parentes, amigos ainda não. Ele entrou pouco tempo depois na novela, mas tivemos muito contato durante os workshops", relatou a atriz.

Os atores Júlia Olliver e Filipe Cavalcante, respectivamente a Pata e o Rafa em Chiquititas, se encontraram na entrada e se abraçaram, emocionados.

Diversas coroas de flores enviadas pelo SBT podiam ser vistas na entrada. Iris Abravanel, que escreveu a versão do folhetim, assinava a mensagem de uma delas.

Coroas de flores na entrada do Cemitério Campo Grande, onde ocorre o velório de Rafael Miguel e seus pais - Paulo Pacheco/UOL
Coroas de flores na entrada do Cemitério Campo Grande, onde ocorre o velório de Rafael Miguel e seus pais
Imagem: Paulo Pacheco/UOL

Na sala do velório, um grande fila aguardava para se despedir da família, entre os quais, muitos jovens com uniformes de escola.

A pedido da família de Rafael, a Guarda Civil Municipal (GCM) pediu que emissoras de TV trabalhassem do lado de fora. Mesmo à distância, era possível ouvir os gritos e choros dos parentes na sala onde estava o caixão de Rafael.

Fila se forma em frente ao local onde ocorre o velório de Rafael Miguel  - Paulo Pacheco/UOL
Fila se forma em frente ao local onde ocorre o velório de Rafael Miguel
Imagem: Paulo Pacheco/UOL
Rafael e a família frequentavam a paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Pedreira, e fiéis que estavam do lado de fora iniciaram uma oração em uníssono. Um pároco da igreja realizará o velório e o enterro.

Por volta das 15h, populares e conhecidos da família reclamaram com um guarda e ameaçaram entrar. "Peço que respeitem as famílias, há outros velórios acontecendo aqui", orientou ele, aos gritos.

A confusão continuou e uma das responsáveis pela cerimônia, Maria do Carmo, prima da família, começou a gritar. "Moça, pra que gritar? Estamos em um velório", rebateu uma das fãs.

"A família ainda não teve o momento dela. Vocês têm que entender que às 16h não poderão mais entrar. João e Miriam adorariam ver vocês aqui, mas entendam que não vai dar para todo mundo entrar", pediu a responsável.

O crime

Segundo o boletim de ocorrência, ao qual a reportagem do UOL teve acesso, Paulo Cupertino era contra o namoro da filha, Isabela Tibcherani, com o ator de Chiquititas e que ficou famoso ainda criança no comercial de TV em que pedia para a mãe comprar brócolis em um supermercado.

Acompanhado pelos pais, o jovem de 22 anos teria ido até a casa da namorada para conversar sobre o namoro. "O comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, chegou ao local armado e atirou nas três vítimas que estavam no portão da casa. As vítimas morreram do local", diz o boletim.

O caso, registrado como homicídio consumado, é investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam) e as equipes estão em diligência para localizar e prender o autor do crime.

Por meio de nota, o SBT lamentou a morte do ator. "O SBT lamenta profundamente a morte de Rafael Henrique Miguel e seus pais. O ator tinha 22 anos e foi morto na tarde deste domingo (09), após ser baleado. No SBT, Rafael interpretou o personagem Bentinho na novela Cristal (2006) e seu trabalho mais recente na emissora foi como Paçoca na novela Chiquititas, exibida em 2013. A emissora lamenta o ocorrido, e deseja que Deus conforte seus familiares e amigos", disse a emissora.