Topo

Coluna

Chico Barney


Amor de Mãe: Afinal de contas, quem é o filho perdido de Lurdes?

Regina Casé em cena de Amor de Mãe - Reprodução/TV Globo
Regina Casé em cena de Amor de Mãe Imagem: Reprodução/TV Globo
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

03/12/2019 17h58

Amor de Mãe está apresentando uma infinidade de boas atrações para o público telespectador. Trama saborosa, muito bem escrita e dirigida, que ainda conta com atuações acima da média e a trilha sonora sinuosa.

Mas parece que a grande questão que vai fazer o público coçar a cabeça ao longo dos próximos meses é uma só: quem diabos será o filho perdido de Lurdes, a matriarca vivida com rara sensibilidade por Regina Casé?

Algumas teorias estão consumindo os neurônios dos internautas. Veja abaixo as minhas preferidas.

O fator Carrão

A traficante de crianças interpretada por Vera Holtz apresentará o personagem de Humberto Carrão como Domenico, o filho perdido da Lurdes. O rapaz está preso e cresceu no meio da confusão e do crime.

Parece algo feito para despistar o público e a pobre da Lurdes. Com o pé na cova, a meliante quer garantir que o garoto terá uma boa vida após sua partida. Nada melhor do que colocá-lo aos cuidados da carinhosa mãe em busca do filho. É golpe!

Chay Suede ou Daniel Furlan?

Outra hipótese bastante discutida na internet: Thelma (Adriana Esteves) perdeu o marido e o filho naquele incêndio que sempre aparece em seus flashbacks. Para preencher o vazio no peito, adotou na ilegalidade uma criança roubada.

Desta feita, o personagem de Chay Suede, aparentemente inspirado no comediante Daniel Furlan, seria na verdade o tal filho perdido da Lurdes. A teoria incomoda um pouco pela coincidência forçada da mãe "ladra" ter encontrado aleatoriamente a mãe subtraída. Espero por uma solução mais sofisticada por parte da autora.

Tufão Stark

O milionário defendido por Murilo Benício é um verdadeiro achado. Reúne o estilão meio brejeiro do Tufão com a abordagem fina e xavequeira de Tony Stark. Tanto carisma só poderia vir de uma mãe fascinante como Lurdes.

Muita gente vai reclamar que não é cronologicamente aceitável, pois Benício não é mais novo que Juliano Cazarré e Thiago Martins, irmãos mais velhos do Domenico. Mas novela tem dessas coisas —ou já esqueceram da Paolla Oliveira sobrinha de Juliana Paes em A Dona do Pedaço?

Certidão de óbito

O final mais trágico para esse mistério me parece também o mais coerente: conforme os indícios apontam nesse começo de história, Domenico realmente partiu dessa para uma melhor logo depois do sequestro.

A busca de Lurdes ao longo da novela seria absolutamente infrutífera, mostrando que amor de mãe não conhece limites. Pesado demais para uma novela das nove? Provavelmente. Mas é bom demais sofrer com os problemas de gente que não existe.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney