PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


Antes motivo de vergonha, nude vazado virou alavanca de popularidade

Tiago Iorc teve fotos íntimas supostamente vazadas nas redes sociais - Tiago Iorc (Foto: Reprodução)
Tiago Iorc teve fotos íntimas supostamente vazadas nas redes sociais Imagem: Tiago Iorc (Foto: Reprodução)
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

15/07/2020 18h09

Resumo da notícia

  • Não são poucos os famosos que já tiveram imagens íntimas vazadas nas redes sociais
  • Com a publicação das fotos, muitos ficam ainda mais famosos, como ocorreu com Kim Kardashian
  • Há ainda casos de famosos foram vítimas de crimes digitais e tiveram a intimidade exposta

É curioso que, no país da "Playboy" e da "G Magazine", que dominavam as bancas de revista nos anos 90, ainda existisse algum tipo de preconceito com famosos que tiveram vazadas fotos ou vídeos seus em momentos íntimos. Último alvo do vazamento, Tiago Iorc foi parar entre os assuntos mais comentados do país após uma suposta imagem de suas parte pudendas ter sido alegadamente enviada para uma admiradora. Na hora, surgiram vídeos comparando a cortina do fundo da foto com a que aparece em vídeos das redes sociais do cantor. Houve até quem procurasse marcas pelo corpo. Montou-se uma operação digna de "CSI".

Nesta quarta-feira (15), mais duas supostas fotos de Tiago - ou de alguém que usa um penteado muito parecido com o dele - ganharam as redes sociais. Curiosamente, o músico foi inundado de elogios. Antes visto como alguém excessivamente "zen", foi reposicionado aos olhos de muitos. Talvez, fosse ele uma mulher, o julgamento não ocorresse da mesma maneira e haveria questionamentos infundados. Ainda assim, estamos em um mundo em que muita gente fotografa pelada, com ou sem cachê, e esse parece um caminho sem volta.

O advento da popularização das nudes deve-se muito a nomes como Kim Kardashian e Paris Hilton, que tiveram sex tapes vazadas e foram alçadas ao estrelato. A lista de famosos que figuram entre os que supostamente tiveram nudes vazados é grande e conta com nomes como José Loreto, Caio Castro, Rômulo Arantes Neto e até mesmo Vanderlei Luxemburgo. Também ocorreu com Stênio Garcia. Também chama atenção que muitos estejam dispostos a mostrar de graça o que, antes, era pago com generosos cachês.

Alguns alegam que é montagem. Outros dizem que os vazamentos ocorreram à revelia - o que configura crime. No caso de Carolina Dieckmann, que teve o e-mail invadido, virou caso de polícia e motivou a criação de uma lei. Não, não é legal passar adiante fotos de famosos nus sem autorização, especialmente quando eles dizem ter sido vítima de algum tipo de golpe. O que se aplica a celebridades, no entanto, está longe de acontecer do mesmo modo no mundo real, em que pessoas são vítimas de vinganças digitais e sofrem verdadeiros linchamentos virtuais, às vezes com consequências gravíssimas.

Ao mesmo tempo, não se pode negar que, para muitos, o vazamento dos momentos de intimidade serve como alavanca de popularidade. Há até mesmo quem jure que o "vazamento" ocorreu propositalmente. Não parece ser necessariamente este o caso de Iorc, mas as fotos não só o transformaram em alguém diferente do estereótipo que o encaixavam como também deixou de lado a recente briga com Anavitória por causa de uma música. Aos famosos que não querem ser expostos, algumas "regras do nude" devem ser seguidas: não mostrar o rosto, marca de nascença ou tatuagem, evitar fazer a foto em áreas facilmente reconhecíveis de sua casa e o mais importante de tudo: só enviar quando solicitado. Respeito é tudo.

Fefito