Topo

Coluna

Leo Dias


Cena secreta de A Dona do Pedaço gravada em SP teve um dublê para cada ator

Mateus Solano, Agatha Moreira, Reynaldo Gianechini e Amora Mautner - Reprodução/Instagram
Mateus Solano, Agatha Moreira, Reynaldo Gianechini e Amora Mautner Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

20/11/2019 12h40

Resumo da notícia

  • A cena secreta de 'A Dona do Pedaço', gravada em São Paulo, entre a noite desta terça (19) e a madrugada seguinte, contou com dublês para cada ator.
  • As cenas eram repletas de ação e, para preservar os atores Agatha Moreira, Reynaldo Gyanechini e Mateus Solano, a direção optou pelo uso dos dublês..

Acabou já com o dia claro a tal cena secreta que a diretora Amora Mautner gravou na entre a noite de terça (19) e a última madrugada, em São Paulo. Para manter segredo sobre a gravação ela levou uma equipe reduzida e apenas três atores: Agatha Moreira, Reynaldo Gianecchini e Mateus Solano. Como exigia muita ação, Amora optou por um dublê para cada ator. O cenário escolhido da capital paulista foram as proximidades do famoso Minhocão. Alguns takes foram na parte de cima do viaduto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias