Coluna

Ricardo Feltrin

Da "velha guarda" da TV, Raul Gil não aprovava sistema de parceria no SBT

Rafael Cuzato/Brazil News
Raul Gil, 78 anos, passou os últimos seis anos aos sábados no SBT Imagem: Rafael Cuzato/Brazil News
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

11/11/2016 09h19Atualizada em 11/11/2016 10h55

Embora tenha permanecido em seu programa no SBT por mais de de seis anos, o apresentador Raul Gil, 78, não aprovava o sistema de parceria ou sociedade com a emissora.

Por esse sistema, artista e emissora  dividem toda a receita e todos os gastos com a produção.

Isso traz mais responsabilidades para o artista, vale dizer: é preciso que ele atraia muitos patrocinadores e anunciantes que façam ações de “merchandising”.

Isso não era problema para o apresentador. Conforme esta coluna informou com exclusividade na semana passada, Raul é o 10º artista do país a fazer mais ações de merchandising.

Raul, porém, dizia a amigos que era da “velha guarda” da TV, quando as celebridades se dedicavam apenas a atrair estrelas para o palco, sem se preocupar com a parte comercial.

Em 2014, por muito pouco ele já não havia deixado a emissora --justamente por causa desse sistema.

Raul Gil se despede do SBT após seis anos aos sábados

Jassa bolou plano para Xuxa entrevistar Silvio Santos, mas ela recusou

Ratinho também vive em sistema de “sociedade” com o SBT, mas, como seu programa é diário, e ele atrai dezenas de patrocinadores e anunciantes, no caso de Ratinho a parceria é altamente vantajosa.

RUMO A SEGUIR

Procurada na manhã desta sexta-feira, a Band negou rumores de que esteja contratando Raul Gil para suas tardes de sábado.

twitter - @feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo