Coluna

Ricardo Feltrin

Maestro passa sertanejos e vira maior estrela de comerciais; veja ranking

Diego Padgurschi/Folhapress
E o músico venceu: Martins é a celebridade que mais aparece nos intervalos das TVs Imagem: Diego Padgurschi/Folhapress
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

17/11/2016 08h02Atualizada em 17/11/2016 11h28

O maestro João Carlos Martins não esperava por isso: se tornou o maior garoto-propaganda do país aos 76 anos.

É dele o primeiro lugar como celebridade com maior número de aparições em comerciais e campanhas na TV aberta, segundo dados exclusivos mensurados pela empresa Controle da Concorrência

A Controle monitorou durante o mês as TVs Globo, Record, SBT, Band e RedeTV!

Em outubro, o maestro e pianista apareceu 697 vezes em comerciais pagos ou campanhas para as quais cedeu sua imagem gratuitamente. Martins ultrapasssou por pouco outra figurinha carimbada dos comerciais, que ficou em segundo lugar: Zezé Di Camargo, com  682 aparições.

E veja também : o ranking de quem fez mais merchandising em setembro

Passou também atrizes e modelos famosas e até o astro de Hollywood Robert De Niro.

Veja agora o ranking dos 10 famosos que mais apareceram nos intervalos da TV aberta no mês passado:

1º João Carlos Martins - 697 inserções: Graac e Ultrafarma

2º Zezé Di Camargo - 682 inserções: Marabraz e Joli - Material de Construção

3º Luciano Di Camargo - 518 inserções: Marabraz

4º Olivier Anquier - 506 inserções: Cacau Show e JBS

5º Alessandra Negrini - 464 inserções: UOL

6º Gisele Bündchen - 459 inserções: Sky Operadora

7º Alinne Moraes - 417 inserções: Grupo Vigor e O Boticário

8º Robert De Niro - 403 inserções: Seara

9º Amaury Jr - 331 inserções: Ultrafarma

10º Rodrigo Faro - 304 inserções: Grupo Vigor, Liderança Capitalização e Abrinq

Twitter - @feltrinoficial 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo