Coluna

Ricardo Feltrin

Preso por desacato no PE, Fábio Assunção recusou ajuda da Globo e de amigos

Divulgação/TV Globo
Fábio Assunção, ator da Globo, detido nesta madrugada no interior do Pernambuco Imagem: Divulgação/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

24/06/2017 11h17Atualizada em 26/06/2017 12h35

Em mais um incidente público, o ator Fábio Assunção foi detido pela polícia na madrugada deste sábado em Pernambuco, na cidade de Arcoverde, onde estava divulgando um filme.

Assunção foi acusado de desacato e de ter quebrado o vidro de uma viatura. Segundo policiais que participaram da ação, ele estava “alterado”.

Em vídeos que já circulam na internet, o ator da Globo realmente parece “alterado” e acusa a polícia (“o sargento”) de tê-lo desacatado. “Eu não sou criminoso”, berra de dentro da viatura.

Em abril do ano passado ela já fora detido em uma blitz no Rio. Policiais afirmaram que ele estava embriagado.

Meses antes ele já havia dado problemas à Globo devido a faltas em gravações da novela “Totalmente Demais”.

Em entrevista exclusiva a esta coluna, à época, ele afirmou que a falta ocorreu porque ele teve “um problema gástrico causado por má alimentação”.

Segundo esta coluna apurou, não era verdade.

O ator de 45 anos não só vem recaindo nas drogas e no álcool nos últimos dez anos, como também recusou quase que todo tipo de ajuda que lhe foi oferecida.

Por várias vezes, desde 2008 -quando foi detido por policiais federais em companhia com um traficante em um flat, em São Paulo-- a Globo se ofereceu para bancar tratamentos do ator. Ele sempre se recusou.

No entanto, por conta própria chegou a se internar algumas vezes, além de fazer terapias, mas acabou abandonando os tratamentos.

Amigos também tentaram ajudá-lo de todas as formas. Desde a indicação de clínicas e médicos especializados até sugestões para que se envolvesse em alguma religião.

Uma dessas sugestões foi que ele tomasse o Santo Daime, bebida ritualística que contém alcalóides (alucinógenos) e com supostas propriedades positivas no combate ao alcoolismo e à adicção às drogas. Isso teria ocorrido cerca de seis anos atrás.

Após ingerir a bebida, porém, o ator teria vivenciado  o que se chama de “peia” --ou uma “bad trip”-- e nunca mais se aproximou do Daime novamente.

Fábio Assunção estava em Pernambuco para o lançamento de um documentário musical realizado em parceria com sua namorada, Pally Siqueira.

Leia também:

Para renovar com a Record, Rodrigo Faro quer salário fixo de R$ 1 milhão

O dia em que Silvio Santos recusou R$ 100 milhões da JBS

colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo