Coluna

Ricardo Feltrin

Tatá Werneck anuncia 3º ano de talk-show e "garante" gravidez em 2019

Reprodução/Multishow
Criticada por causa da dicção, Tatá entrevistou fonoaudiólogo e fez um de seus melhores programas Imagem: Reprodução/Multishow
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

23/07/2017 10h28Atualizada em 23/07/2017 10h30

O Multishow (Globosat) ainda nem terminou de finalizar as gravações da segunda temporada do “Lady Night”, com Tatá Werneck,  e já dá como certa uma terceira.

Trata-se de um dos maiores sucessos do canal nos últimos anos.

A segunda temporada deve estrear em outubro, mas, segundo Tatá afirmou em entrevista ao jornal “O Globo” deste domingo, já está tudo certo para que uma terceira temporada comece a ser gravada no próximo ano..

A atriz e comediante afirma que já tem trabalhos agendados para os próximos anos, inclusive dois filmes: um com Ingrid Guimarães, em 2018, e outro a ser rodado em 2019.

“No final desse filme que vou fazer em 2019 estarei grávida. Querendo ou não, sob efeitos de remédios ou não”, brincou a atriz, hoje com 32 anos. 

Desde a estreia, o “Lady Night” vem recebendo críticas positivas da imprensa e  apoio do público.

O programa conta com grande pesquisa sobre cada convidado e tem muitos momentos de improviso da atriz. A segunda temporada terá entre os convidados o craque Neymar.

Tatá disse ao jornal que a participação do craque (hoje no Barcelona) foi uma das mais complicadas e tensas (para sua equipe).

Leia também:

Historiador denuncia Geraldo e Record por dano a patrimônio; TV silencia

"The Noite" derrota Globo e tem melhor audiência desde 2014 

colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo