Coluna

Ricardo Feltrin

Exclusivo: Longa sobre Edir Macedo estreia 29 de março; veja o pôster

Divulgação
Cartaz do filme "Bispo Macedo - Nada a Perder" Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

22/01/2018 07h11Atualizada em 22/01/2018 10h24

A coluna publica na manhã desta segunda-feira (22) com exclusividade o pôster do primeiro filme da saga do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

Serão dois filmes na verdade: o primeiro estreia no próximo dia 29 de março. O segundo deve chegar aos cinemas só em 2019 ou 2020.

A exibição dos filmes já está negociada em 80 países. Ambos já estão finalizados.

Trata-se de uma superprodução de mais de R$ 25 milhões e que mobilizou em algumas cenas até 30 mil figurantes, conforme esta coluna informou no ano passado (veja imagem).

Os dois trabalhos também já estão negociados com o serviço de streaming Netflix.

Os produtores prometem que todas as polêmicas envolvendo o bispo Macedo estarão retratadas.

Em 92, o bispo foi pela polícia Civil, acusado de charlatanismo, estelionato e curandeirismo.

A prisão gerou muitas críticas na sociedade civil. Ele acabou solto, e a medida repercutiu como ilegal e antidemocrático.

É justamente um flagrante desse momento, em que fica preso vários dias no 91º DP de São Paulo, que está capturado no pôster de lançamento.

Na biografia, Macedo acusa a Igreja Católica de estar por trás de sua prisão.

O ator Petronio Gontijo, que interpreta o bispo nessa fase, é que está retratado no pôster. 

LEIA MAIS

Filme sobre Edir Macedo reúne 30 mil figurantes na África; veja imagem

Rodrigo Faro renova com Record e novo contrato vai até 2023

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo