Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Quimioterapia tem sucesso e médicos marcam cirurgia em Beto Barbosa

Divulgação/SBT
Beto Barbosa prepara tapioca para Patricia Abravanel em gravação do SBT Imagem: Divulgação/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

18/12/2018 13h32

O tratamento quimioterápico que o cantor e compositor Beto Barbosa se submeteu para combater um câncer na bexiga obteve sucesso. 

Médicos informaram a Beto, 63, que as chances de cura definitiva são muito grandes, mas que ele terá de se submeter a uma grande cirurgia.

Ele terá de remover a bexiga e também a próstata. A operação deve ser agendada para o próximo dia 9 ou 10 de janeiro.

 Quem cuida do cantor é a equipe de oncologia do médico Fernando Maluf no hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo; o cirurgião responsável será o dr. Álvaro Sarkis.

Apesar da quimioterapia ter "derrubado" o cantor, ele não deixou de fazer shows nas últimas semanas e já tem apresentações marcadas para 2019.

Descendente de libaneses. Raimundo Roberto Morhy Barbosa começou a carreira de músico nos anos 80. Seus três primeiros discos --"Adocica" (1988), "Preta" (1990) e "Dona" (1991) venderam mais de 8 milhões de cópias.

O cantor passou a ser conhecido internacionalmente como o "rei da lambada".

LEIA MAIS

Câncer tem regressão e Beto Barbosa deve ser operado

Beto Barbosa comemora avanço em tratamento contra câncer

Colunista Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops