Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


13 anos depois, filme pornô de Gretchen ainda é 1º lugar em audiência

Gretchen - Reprodução/Instagram
Gretchen Imagem: Reprodução/Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/07/2019 12h33

Em 2006 Maria Odete Brito de Miranda Marques, mais conhecida como Gretchen, tomou uma decisão polêmica e gravou seu primeiro filme de sexo explicíto: "La Conga Sex", pela Brasileirinhas.

Até então, tanto ela como outras estrelas da TV, como Rita Cadillac, só haviam enveredado pela pornochanchada. Gretchen então decidiu subir "um tom".

Acreditem ou não: 13 anos depois "La Conga" continua sendo o filme mais visto da produtora. Somente nos últimos três anos ele foi acessado 478.440 vezes, segundo dados oficiais da produtora, obtidos com exclusividade pela coluna.

Somente em bancas de jornal e lojas, o DVD de "La Conga " chegou a 120 mil cópias vendidas.

Dois anos depois, Gretchen, hoje com 60 anos, gravaria um segundo pornô, "A Rainha do Bumbum". Desde 2016 o filme já foi visto ou baixado no site Brasileirinhas 490.813 vezes.

O consumidor de pornografia nacional parece ser fiel aos seus "ídolos".

No ranking da produtora, depois de Gretchen temos 2) Vivi Fernandez; 3) Kid Bengala ; 4) Rita Cadilac ; 5) Marcia Imperator; 6) Alexandre Frota; 7) Thammy Miranda 8) Big Macky ; 9) Julia Paes; 10) Bruna Ferraz.

O site Brasileirinhas recebe em média 1,4 milhão de visitantes por mês; já o site reality casadas brasileirinhas, onde o internauta pode acompanhar as garotas 24 horas por dia, além de poder assistir à gravação de filmes, recebe outras 700 mil visitas por mês.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops