PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Após Claro Net, CNN Brasil fecha acordo com operadora Sky

O primeiro cenário da CNN Brasil no Rio de Janeiro; ao fundo o Pão de Açúcar - Divulgação/CNN Brasil - Spokesman
O primeiro cenário da CNN Brasil no Rio de Janeiro; ao fundo o Pão de Açúcar Imagem: Divulgação/CNN Brasil - Spokesman
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

23/01/2020 11h52

A CNN Brasil e a Sky anunciaram nesta quinta (23) que fecharam acordo para que o novo canal noticioso esteja incluído em pacotes básicos SD e HD da operadora, como o Fun (pós-pago) e o Master (pré-pago).

Pelo acordo a CNN Brasil também será incluída no catálogo da Sky Play, plataforma on demand.

Com o contrato já fechado com Claro Net e Sky, e mais os acordos que devem ser anunciados nas próximas semans com Vivo e Oi, a estimativa é que a CNN Brasil estreie neste trimestre no Brasil já com alcance acima de 11 milhões de assinantes.

A Sky tem cerca de 4,7 milhões de assinantes. A Net, cerca de 8 milhões.

Para efeitos de comparação, com 25 anos de idade a GloboNews atinge cerca de 13 milhões. O Brasil tem menos de 15,9 milhões de assinantes (dados de novembro da Anatel).

Por estratégia de venda de pacotes das operadoras, na estreia as operadoras devem abrir o sinal para degustação.

"A CNN estará presente na maior parte da base das operadoras do país desde a sua estreia. Esse acordo com a SKY amplia o alcance do canal e é mais um importante passo nesse processo de implantação", afirma Douglas Tavolaro, CEO e sócio da CNN Brasil.

"A parceria irá agregar ainda mais para o conteúdo da operadora, principalmente na programação ao vivo - uma vez que a CNN possui a credibilidade de ser um dos principais canais jornalísticos do mundo", afirmou Simoni Sobelman, diretora de Conteúdo da SKY.

A CNN Brasil será um canal 24 horas e estará não só na TV paga, mas também acessível em plataformas digitasi (streaming e site).

A emissora foi anunciada no início do ano passado e terá no total, entre contratados e colaboradores, cerca de 800 funcionários no país.

Só em São Paulo serão três estúdios destinados à TV e um aos meios digitais. No Rio a emissora pode ter até 100 funcionários após a estreia, e já tem cenário pronto.

Entre outras estrelas do jornalismo a emissora já contratou William Waack, Monalisa Perrone, Reinaldo Gottino, Evaristo Costa e Daniela Lima, entre outros.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Ricardo Feltrin