PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Após 10 dias, CNN Brasil já é vice-líder de ibope na TV paga

Saguão da sede da CNN Brasil, em São Paulo - Reprodução / Internet
Saguão da sede da CNN Brasil, em São Paulo Imagem: Reprodução / Internet
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

26/03/2020 14h22

São apenas 10 dias desde a estreia, e uma pandemia de coronavírus que domina o noticiário quase que 24 horas por dia. O saldo, porém, é impressionante.

Dados consolidados da Kantar Ibope Media apontam que a CNN Brasil até o momento é o segundo canal mais visto da TV por assinatura na Grande São Paulo.

E mais: durante quase 48 horas não lineares ela superou ou empatou com a atual líder de audiência nestes tempos de quarentena, a GloboNews —que já existe há 25 anos.

Na faixa das 7h à 0h —o chamado horário comercial da TV— a CNN Brasil tem registrado média de 0,8 ponto, contra 1,4 da concorrente.

Para efeitos de comparação, no mesmo período e horário a BandNews (19 anos de idade) marcou 0,3 ponto. A RecordNews (12 anos) marcou ínfimo 0,1 (literalmente traço de ibope).

Cada ponto nessa medição da Kantar vale por 28.190 domicílios sintonizados.
.
Já na TV paga a CNN Brasil está à frente de canais veteranos como Viva, Telecine Pipoca, AXN (0,6 ponto), e Discovery Kids, Gloob, Home&Health, Telecine Action e Premium e Discovery Channel (0,5).

Sim, é preciso lembrar que a estreia da emissora ocorreu em meio a um caos mundial não previsto, mas isso não serve para tirar os méritos de uma empreitada bem construída e que investiu dezenas de milhões de reais em sua instalação no país.

"É um desempenho importante para um canal com pouco mais de uma semana no ar.", diz o jornalista e escritor Douglas Tavolaro, founder e CEO da CNN Brasil.

"O mais importante é que a CNN está prestando serviço e levando informações de utilidade pública durante 17 horas por dia ao vivo, mesmo com tantas dificuldades para a nossa equipe, e em meio a um momento tão difícil para os brasileiros", afirma.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin