PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

"The Voice Kids" tem fã de Roberto Carlos e filha de candidata do adulto

Do UOL, em São Paulo

17/01/2016 15h17

Uma jovem fã de Roberto Carlos, um sertanejo do interior do Rio Grande do Norte e a filha de uma ex-candidata do "The Voice" adulto foram alguns dos destaques da terceira audição às cegas da primeira temporada de "The Voice Kids", na Rede Globo, neste domingo (17).

Aos 11 anos, a fluminense Kailane Frauches contou que foi influenciada pelos especiais de fim do ano de Roberto Carlos na emissora. A declaração de da moradora do bairro de Xerém, em Duque de Caxias, foi feita durante um bate-papo com o apresentador Tiago Leifert.

"Foi a Globo quem te influenciou a gostar de Roberto Carlos, com os especiais de fim de ano?", questionou Tiago Leifert à garota. "Foi isso mesmo. Vejo todo o ano", respondeu ela, ressaltando também que a avó a ajudou a se apaixonar pelo cantor. "Eu fui gostando das letras, que são amorosas. [Além de Roberto Carlos] eu gosto de Sandy e Jr. e Paula Fernandes", completou.

A garotinha optou por cantar uma música da extinta dupla Sandy e Jr. no reality show musical, "Olha o que o amor me faz". E deu certo. Ela acabou sendo aprovada pelos três jurados da atração: Ivete Sangalo, Victor e Léo, e Carlinhos Brown. (Ouça outras canções no UOL Música Deezer)

Ivete destacou o talento e a espontaneidade de Kailane, mas observou alguns erros durante a sua apresentação no programa. "No primeiro momento, a gente fica naquela expectativa, dando tempo para que o candidato se estabelecer dentro da apresentação. Mas eu fiquei pensando 'será que ela vai chegar nessa última nota que a música pede?'. Na primeira vez deu uma pequena 'estalada' na voz. Mas as cadeiras ainda não tinham virado e você se recuperou", avaliou a cantora baiana. No fim, Kailane escolheu Ivete Sangalo como técnica.

Outro destaque do dia ficou por conta da pequena Taynã Lima, de 13 anos. Ela é filha de uma ex-participante do "The Voice" adulto, reprovada no ano de 2011. Taynã recebeu o "sim" de Carlinhos Brown.

Nascido no interior do Rio Grande do Norte, Elizaldo Alves, de 13 anos, também chamou a atenção dos jurados e do público. "Muita gente canta para se mostrar, eu canto para emocionar, para eles sentirem a música", disse o cantor, que se apresentou com "Domingo de Manhã", de Marcos & Belutti."Você começou numa caverna, extremamente subterrânea, aí você veio subindo, e quando você saiu, você brilhou", disse Victor.

Nas redes sociais, correu uma informação sobre uma suposta doença que o menino teria enfrentado em sua infância. Nem Elizaldo tampouco a Globo e o site oficial da atração citaram o ocorrido durante a sua apresentação.

Ao todo, quinze participantes, com idades que variam entre 9 e 15 anos, se apresentaram nas audições às cegas do "The Voice Kids" deste domingo.

Vindos de diversas regiões do País, os aspirantes ao estrelato da música nacional cantaram música sertaneja, pop, MPB, em português e em inglês. Dez deles foram escolhidos pelos jurados: Ryandro Campos (RJ), Luísa (RJ), Leslie e Laurie (MG), Maria Luisa (PR), Tainã (PR) e Kailane (RJ), Gabriel Lins (RS), Bebé Salvego (SP), entre outros.

Queridinha da web

Embora não tenha conquistado a vaga, Duda Balestero, de 14 anos, moradora de São Paulo, ganhou uma legião de fãs na internet.

A paulistana cantou "Crazy", mas não foi aprovada por nenhum dos jurados. "Mas isso não significa que você não tenha arrasado", alegou Carlinhos Brown. "Bateu na trave", avaliou Léo, da dupla Victor e Léo. "Juro que eu não estou triste. A ideia era passar uma mensagem para a plateia. Foi muito legal essa experiência", afirmou Duda, que, além de cantar, faz teatro contemporâneo, sapateado, hip hop e jazz.

TV e Famosos