TV e Famosos

"Bancada é obstáculo", diz Christiane Pelajo sobre mudança para a GloboNews

Ramon Vasconcelos/Rede Globo
16.fev.2016 - Christiane Pelajo apresenta seu novo programa, o "Jornal da GloboNews Edição das 16h" Imagem: Ramon Vasconcelos/Rede Globo

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

16/02/2016 13h53

Quatro meses depois de sua saída repentina do "Jornal da Globo", Christiane Pelajo voltará ao ar no próximo dia 29 (segunda-feira) com um programa diário de uma hora e meia na GloboNews. A jornalista apresentou o projeto do "Jornal GloboNews Edição das 16h" nesta terça-feira (16), em São Paulo, ao lado de executivos do canal pago de notícias.

O programa marca a volta de Christiane Pelajo à GloboNews, onde trabalhou por nove anos. "Eu me sinto filha da GloboNews, eu estava lá no dia um. Voltar agora neste momento que o canal está muito mais vivo e neste horário não podia ser melhor. Estou mega empolgada", declarou a apresentadora. A questão do horário foi um dos motivos pelo qual a jornalista teria se afastado do "Jornal da Globo".

"O mundo está bombando neste horário (das 16h às 17h30) e, mesmo com 20 anos de carreira, ainda sou completamente adrenalizada pelo ao vivo", destacou. Sobre os nove anos de GloboNews e os dez anos e meio à frente do "Jornal da Globo", ela brincou "acho que já fiz mais jornal que o Cid Moreira".

O noticiário ganhou um estúdio exclusivo para gravação em São Paulo, que consiste em dois telões, um púlpito de apoio para a apresentadora e apenas cadeiras para receber convidados. "A bancada é um obstáculo entre o apresentador e o público", explicou a ex-companheira de William Waack, que destacou o esforço para interagir com os telespectadores já existentes a atingir também novas audiências. "Vamos tentar fazer um jornal quente, diferente, moderno e ousado".

A interação e a agilidade é uma das grandes apostas do novo programa, que segue uma estratégia da GloboNews de priorizar o ao vivo e fortalecer a presença na capital paulista, onde fica sua maior base de assinantes. Outra aposta apresentada como inovadora é a de levar os personagens para o estúdio como convidados, além de especialistas.

Ramon Vasconcelos/Rede Globo
Christiane Pelajo com Cristina Tardáguilla, que comandará a coluna "Lupa" Imagem: Ramon Vasconcelos/Rede Globo

Apesar de poucos quadros fixos, o programa apostará em uma coluna de checagem de informação, conceito já bastante difundido fora do país. Duas vezes por semana a jornalista Cristina Tardáguilla conduzirá a "Lupa" com uma equipe espalhada pelo mundo todo que fará o trabalho de apurar a veracidade de informações divulgadas, sejam elas de política ou até mesmo boa forma. "Vamos abranger qualquer tema, tudo o que estiver acontecendo", destacou a âncora Christiane Pelajo.

Carioca radicada em São Paulo há dez anos e meio - tempo em que apresentou o "Jornal da Globo" - a jornalista se declarou apaixonada pela cidade. Além de comandar o "Jornal GloboNews Edição das 16h" do estúdio, Christiane também conduzirá reportagens e já está na produção da primeira delas, que será exibida na estreia. "Eu amo rua e quero fazer matérias com muita frequência", destacou.

Mais autonomia

Com parte da equipe no Rio e outra em São Paulo, Christiane Pelajo ganha total autonomia para conduzir seu novo programa. "É o jornal da Chris", destacou Eugenia Moreyra, diretora-geral da GloboNews. A executiva reforçou a imagem de que o canal tem bastante flexibilidade na grade e é mais aberto a ideias vindas de qualquer membro da equipe, com um clima mais leve de trabalho. 

"Temos uma imagem mais sisuda da qual nos orgulhamos, mas também sabemos falar com os mais jovens e vamos fazer um esforço para trazer mais leveza e agilidade", explicou o chefe de redação Carlos Jardim. Ele também destacou o reforço das equipes em um momento de crise e o investimento em câmeras e materiais mais leves para uma cobertura rápida e ágil pelo país.

A saída repentina de Christiane Pelajo da bancada do "Jornal da Globo", em outubro de 2015, foi marcada por informações diversas sobre as motivações. Mauricio Stycer, colunista do UOL, informou que a jornalista teria sido afastada da bancada para uma reformulação do notíciário conduzida por William Wack.

A informação foi logo rebatida pela Globo em uma nota que informou que Pelajo precisava de mais tempo para se dedicar a um especial que estava produzindo na época e também a um novo projeto.

Segundo a versão oficial, a jornalista teria pedido afastamento do jornal que apresentava há dez anos também por motivos pessoais, informação confirmada pela própria ao também colunista do UOL Flávio Ricco.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo