TV e Famosos

Ana Hickmann volta às redes sociais após sofrer atentado e agradece apoio

Reprodução/Instagram/ahickmann
Ana Hickmann posta foto de rosa branca em seu perfil do Instagram e agradece apoio que tem recebido Imagem: Reprodução/Instagram/ahickmann

Do UOL, em São Paulo

25/05/2016 09h22

Ana Hickmann voltou a usar suas redes sociais nesta quarta-feira (25), quatro dias depois do atentado que ela, sua assessora de imprensa e o cunhado sofreram e que terminou com a morte do fã que fez eles reféns no quarto de hotel onde estavam hospedados em Belo Horizonte (MG).

Em seu primeiro post após o ataque, Hickmann postou a foto de uma rosa branca. "Deus! Se hoje, eu, Giovana e Gustavo, estamos vivos, é porque Deus nos salvou. Minha família está unida! Obrigada!", escreveu.

"Agradecimento também é a força maior dos meus dias, por tantas ligações, mensagens por WhattsApp, emails, flores, mensagens por redes sociais e por todas as formas possíveis que encontraram de me dar apoio. Gratidão por todos vocês que estiveram e sempre estarão ao meu lado, declarou. "Obrigada por entenderem o que passei", agradeceu. 

Em apenas uma hora que havia postado a imagem, quase 30 mil seguidores da apresentadora curtiram a publicação. "Muita luz e paz no seu coração! Deixe esse momento terrível no passado e siga com sua vida fabulosa", escreveu uma fã.  "Que Deus esteja sempre na sua frente, Ana. Protegendo você e sua família", desejou outra internauta.

Na véspera, o marido da apresentadora, Alexandre Correa, postou uma foto que mostra Hickmann dando mamadeira ao filho, Alexandre (2). "Esgotados, exaustos e arrasados... Porém juntos, pois foi assim que Deus quis. Família", afirmou o empresário em sua conta do Instagram. 
Redes sociais
Reprodução/Instagram/alewin71
Ana Hickmann descansa em casa com a família após atentado que sofreu em Belo Horizonte (MG) Imagem: Reprodução/Instagram/alewin71
Em participação ao vivo "Hoje em Dia" na segunda-feira, Ana Hickmann disse que a fatalidade em nada mudará sua relação com os fãs por meio das redes sociais. Rodrigo tinha vários perfis em redes sociais e enviava textos à Hickmann em que se dizia apaixonado, além de mensagens com conteúdo erótico.  
 
"Não quero deixar as coisas pararem e quero continuar acreditando que as pessoas são boas. Só preciso de alguns dias para me restabelecer e colocar a cabeça no lugar. Não vai mudar nada. Para mim, rede social é uma forma de me aproximar de quem gosta de mim", afirmou. 
 
Ela ficará afastada do matutino que apresenta ao lado de Renata Alves, César Filho e Ticiane Pinheiro por pelo menos uma semana, segundo informou a Record ao UOL.
 
O atentado
A apresentadora sofreu uma tentativa de homicídio na tarde de sábado em um hotel de luxo na capital mineira. O suspeito abordou primeiro Gustavo Corrêa, cunhado de Ana Hickmann, no corredor do hotel e o levou até o quarto. Em seguida, o suposto fã fez a apresentadora, o cunhado e sua mulher, a assessora de Ana, Giovana Oliveira, de reféns e obrigou os três a se sentarem de costas para ele.
 
O cunhado de Hickmann partiu para cima do criminoso e conseguiu desarmá-lo. Rodrigo chegou e a efetuar dois disparos em direção às vítimas, acertando Giovana. Segundo o boletim de ocorrência, "as vítimas saíram correndo do apartamento, e Gustavo entrou em luta corporal, conseguindo desarmar o agressor".
 
A apresentadora prestou depoimento no 22º Batalhão da Polícia Militar, em Belo Horizonte. Giovana foi levada para o hospital, passou por um procedimento cirúrgico, e não corre risco de morte. A bala acertou o abdome, perfurou o intestino grosso, delgado e uma artéria. O projétil desceu e está alojado no fêmur. Já Rodrigo morreu no local com um tiro na cabeça. Ele foi enterrado na manhã de segunda, às 9h30, no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.  
 
Família de fã faz apelo
Irmã de Rodrigo Augusto de Pádua, Elaine de Pádua não se convenceu das circunstâncias da morte dele. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodrigo foi morto pelo cunhado da apresentadora em legítima defesa.
 
Para Elaine, no entanto, o caso ainda precisa ser melhor explicado. "Não estou aqui para defender ou isentar meu irmão da sua responsabilidade, ele não está mais entre nós para se defender. Estava transtornado sim, mas foi assassinado com crueldade e frieza. Ele já estava imobilizado quando levou os tiros, os três pelas costas", afirmou em sua página do Facebook.
 
Ela, que lamentou o episódio, disse que a família tem sido injustamente crucificada: "Sinto muito pela apresentadora e sua família, sei que não foi fácil todo esse pesadelo, mas por ela ser uma pessoa pública estão nos crucificado e isso é injusto".
 
Perfil do atirador
Reprodução/Twitter
Rodrigo, de 30 anos, tentou matar Ana Hickmann Imagem: Reprodução/Twitter
Morador de Juiz de Fora, Rodrigo Augusto vendeu vendeu alguns pertences nos últimos dias com o objetivo de conseguir de dinheiro para viajar para Belo Horizonte. Ele chegou à capital mineira na sexta e se hospedou no mesmo hotel onde estava a apresentadora.
 
"Eles mataram o meu irmão. Ele vivia dentro de casa, mas era uma pessoa muito boa", disse Helisson, irmão do atirador. "Nós descobrimos somente agora que ele era fã dela, há pouco tempo. Descobrimos pelo Instagram, pelas mensagens que estava mandando para ela", completou, em seguida.
 
O corpo de Rodrigo foi enterrado na manhã de segunda-feira, no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo