TV e Famosos

Datena ataca Ibope, questiona números e pede CPI contra empresa

Reprodução/TV Bandeirantes
Datena ataca Ibope, questiona números e pede CPI contra empresa Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes

Do UOL, em São Paulo

05/10/2016 17h34

José Luiz Datena atacou o Ibope, principal instituto para medição de audiência no país, durante o "Brasil Urgente", da Band, nesta quarta-feira (5).

Irritado com os números registrados ontem, após a entrevista exclusiva com o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), o apresentador soltou o verbo, criticou a empresa ao vivo e disse que irá pressionar pela instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito).

"Ninguém vai ter peito para questionar o método de aferição desse Ibope, deixa pra lá. Mas ontem [com a entrevista de Doria] foi uma belíssima audiência, melhor do que foi registrado na realidade. Eu soube que venderam o Ibope para uma firma no exterior, mas duvido que essa transação tenha sido feita no total...porque os mesmos caras continuam lá, mudou quase nada. Ainda continuo contestando essa audiência aí é uma audiência que não condiz com a realidade", desabafou Datena.

"[Me perguntam] 'Ô, Datena, você acha que o Ibope rouba?'. Não, eu acho que mede mal e as pessoas têm medo de falar contra o instituto porque temem ser prejudicadas. Como já me prejudicou a vida inteira, eu estou *** andando para esse Ibope. Agora vou continuar pressionando, sempre, até que façam uma CPI contra a empresa... até eu morrer", concluiu.

A Kantar Media, braço do grupo WPP responsável por gestão de informação, adquiriu o controle do Ibope Media em dezembro do ano passado e, desde então, passou a se chamar Kantar Ibope Media. Em 2015, a empresa ganhou a concorrência da GfK, instituto alemão que trouxe para o Brasil seu serviço de medição de audiência. 

Em setembro, a TV Cultura anunciou o rompimento do contrato com a Kantar Ibope e aderiu à medição feita pelo instituto concorrente, o GfK. A Cultura é a quarta emissora a aderir aos serviços de medição de audiência da empresa no Brasil, juntando-se à Record, SBT e RedeTV!.

De acordo com informações do colunista do UOL Ricardo Feltrin, as três emissoras já estudam abandonar a medição do Ibope até 2020. Isso porque seria impraticável e improdutivo pagar por duas medições.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo