Famosos

20 anos após condenação, Guilherme de Pádua se casa na igreja

Reprodução/Facebook/Juliana Lacerda
Imagem: Reprodução/Facebook/Juliana Lacerda

Colaboração para o UOL

13/05/2017 13h37

Guilherme de Pádua, de 47 anos, condenado a 19 anos e seis meses de prisão por assassinar a filha da novelista Glória Perez, Daniela Perez, em 1992, se casou pela terceira vez. A noiva é a estilista mineira Juliana Lacerda e a cerimônia religiosa foi na Igreja Batista Lagoinha, em Belo Horizonte, na noite dessa sexta-feira (13).

O casamento civil já havia acontecido, no dia 14 de março. Na época, Guilherme comemorou com um post no Instagram. "Desde que me converti, minha vida tem sido um com constante milagre Até quando eu não compreendo, Deus faz o melhor pra mim! Conheci a Ju em um tempo de muita dor e fomos somente amigos por mais de um ano. Neste tempo, tivemos muitas oportunidades de ficarmos com ‘pessoas melhores aos olhos naturais’ (com melhor situação financeira, no caso dela também sem um passado manchado... tantas foram as oportunidades). Mas como Jesus fazia, Estamos andando (pela fé) e na contramão dos valores deste mundo”, declarou ele.

Um amigo do ex-ator publicou em seu Instagram foto com os noivos e falou que Guilherme restaurou sua vida. “Me lembro quando cheguei a Belo Horizonte e o Guilherme de Pádua me recebeu na casa dele como filho (e muitos chegaram a pensar que eu era filho dele, de verdade). (...) Me lembro das madrugadas que conversávamos idealizando a pessoa certa e imaginando este tempo com a pessoa que se encaixasse feito uma luva. A dele chegou! E isso foi mais que um casamento. Foi o coroar de uma vida restaurada e reconstruída pelo poder do Senhor, que perdoa, restaura e faz tudo novo”, disse o Seminarista, Obreiro e Ministro de Louvor na Igreja Batista da Lagoinha, Renato Gabry.

Guilherme de Pádua foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão por assassinar a golpes de tesoura a filha da novelista Glória Perez, Daniela, em dezembro de 1992. Os dois faziam par romântico em "De Corpo e Alma". Guilherme contou com a com a ajuda de sua mulher na época, Paula Thomaz, que também foi presa e condenada a 18 anos. Ele passou a frequentar a Igreja Batista Lagoinha, no bairro de classe média baixa de Belo Horizonte, assim que deixou a prisão em 1999. Tornou-se obreiro da igreja, onde conheceu e casou-se com a veterinária Paula Maia em 2005. Os dois ficaram juntos durante nove anos e se separam no início de 2014.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
AFP
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
Beleza
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo