Topo

Televisão

Brincando (ou não), Silvio "anuncia" candidatura à presidência da República

Do UOL, em São Paulo

21/05/2017 22h51

Brincando (ou não!), o apresentador Silvio Santos "anunciou" na noite deste domingo (21) que irá se candidatar à presidência da República e prometeu que irá fazer "um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas".

"Eu não estava mais pensando em política, mas depois que o Luciano Huck se candidatou eu fiquei muito chateado e eu acho que vou me candidatar. Pois eu estou com 86 anos, estou muito mais maduro, tenho agora decisões muito mais adultas e estou convencido que o governo na minha mão seria um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas", discursou Silvio.

Ao citar Huck, Silvio referia-se à entrevista concedida pelo apresentador da Globo ao jornal "Folha de S. Paulo", na qual revelou a vontade de entrar para o mundo político --depois, ele voltou atrás.

"Eu estou pensando seriamente, pois o Luciano Huck está fazendo cócegas na minha consciência. Se o povo poderá votar em Luciano, poderá votar em mim porque eu sou aquele presidente que dirá que os ricos sejam menos ricos e os pobres menos pobres", destacou.

Silvio recebeu os humoristas Ênio Vivona, imitador de Lula, e Mila Ribeiro, que imitou Dilma Rousseff, durante o quadro "Jogo das 3 Pistas".

Em um certo momento, Silvio mandou a seguinte pergunta para a humorista caracterizada de Dilma. "É verdade que antes de ser presidente, a senhora teve um caso com o Lula?"

O dono do SBT também ironizou a situação complicada de Luiz Inácio Lula da Silva, réu em cinco processos por suspeita de corrupção. "Se ele não ver o sol quadrado..., ele pode se candidatar também", afirmou Silvio.

Em 1989, na primeira eleição direta para presidente após a ditadura militar (1964-1985), Silvio Santos foi convidado para se candidatar pelo PMB (Partido Municipalista Brasileiro), no lugar do pastor evangélico Armando Corrêa, e liderou as pesquisas eleitorais. O apresentador, porém, teve a candidatura impugnada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por problemas de seu registro junto ao partido. (Assista ao vídeo de sua campanha, em 1989, abaixo)

Recentemente, o dono do SBT voltou ao cenário do mundo político ao se reunir com Michel Temer. Curiosamente, menos de 24 horas depois do encontro, Silvio ordenou a exibição de chamadas em sua emissora defendendo as reformas trabalhista e previdenciária promovidas pelo atual presidente. 

"Vaidade já passou"
 
Em entrevista à RedeTV!, em maio de 2016, Silvio Santos descartou a possibilidade de se candidatar novamente à presidência da República. Em meio a atual crise política com o afastamento da presidente Dilma Rousseff e o início do governo interino de Michel Temer, o dono do SBT disse não pensar em repetir o que fez em 1989, quando decidiu participar das eleições presidenciais.
 
"Isso não tem mais importância para mim. Essa época de política e de vaidade já passou", ponderou o apresentador em conversa com o programa "TV Fama".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!