A Força do Querer

Usado por Cibele para atingir Ruy, ator defende vilã: "Ser traído é ruim"

Raquel Cunha/Globo/Divulgação
Pedro Nercessian é Amaro em "A Força do Querer" Imagem: Raquel Cunha/Globo/Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

17/06/2017 04h00

Em sua jornada para se vingar de Ruy (Fiuk) em “A Força do Querer”, Cibele (Bruna Linzmeyer) arranjou uma nova vítima: Amaro (Pedro Nercessian), o melhor amigo do ex. Ela resolveu seduzir o rapaz para atingir Ruy, mesmo ele sendo namorado de sua (ex?) melhor amiga, Anita (Lua Blanco) – a nova maldade de uma lista que já inclui uma falsa gravidez e uma falsa acusação de agressão.

Mas para o ator Pedro Nercessian, de 31 anos, julgar Cibele não é tão simples assim. “Acho que são justificáveis”, diz em entrevista ao UOL. “Uma pessoa magoada é capaz de fazer tudo isso que ela está fazendo. Se é certo ou errado, a princípio parece errado, mas se você for ver por outro ponto de vista, eu não sei se a gente tem como julgar uma pessoa que foi traída como ela foi. Acho que ela pode ser vilã por um ponto de vista novelesco, porque ela está querendo [se vingar] em vez de seguir a vida dela. Mas eu não tiro a razão completamente dela não. Adoraria fazer esse personagem, porque acho que tem um porquê dessas maldades. Ser traído é muito ruim.”

O ator revela, inclusive, já ter vivido momentos de, como Cibele, ficar chateado ao ver os amigos confraternizando com uma ex. “Você termina, rola aquele ciúme, e você envolve os amigos na jogada. Mas isso é obviamente uma coisa de quando a gente está muito chateado. Depois você vê que amizade é uma coisa [à parte]”, conta ele, que não vê tabu em relacionamentos que acontecem no mesmo grupo de amigos: “Já aconteceu de um amigo namorar uma pessoa, essa pessoa depois namorar outro amigo, e não tem problema nenhum, vida que segue.”

Animado com a posição de destaque assumida por Amaro nesta fase da trama, Pedro afirma que as cenas entre ele e Cibele foram gravadas de forma sutil para não entregar logo de cara ao público o que irá acontecer. “Tem umas cenas muito delicadas no sentido de não revelar para o público o desfecho, se o Amaro seria capaz ou não seria de ficar com a Cibele. A gente tem que manter algumas coisas em aberto.”

Os espectadores, porém, não terão de esperar muito para saber o que acontece: “A Glória deu um desfecho. Vai ter uma passagem de tempo de um ano e a Cibele vai viajar. Essa vai ser a última merda dela antes da viagem.”  

Divulgação/TV Globo
Pedro viveu o playboy Téo em "Justiça" Imagem: Divulgação/TV Globo

Futuro

Em sua primeira novela no horário nobre da Globo, Pedro vem de outro projeto da emissora: “Justiça”, na qual interpretou o mimado Téo. E, apesar de a minissérie também ter sido bem-sucedida, afirma que o assédio do público tem sido muito maior agora.

“’Justiça’ fez muito sucesso, mas o horário é um em que o público e a quantidade de pessoas são diferentes”, avalia. “São muitas pessoas a menos [assistindo], e ‘Justiça’ ficou um mês no ar. O personagem era até bem maior do que o Amaro, mas em termos de reconhecimento na rua, tem sido maior. E ele tem uma coisa meio gaiatão, brincalhão, tentando levantar o astral do amigo. O Téo era um mimado, um playboy que só fazia besteira. A empatia das pessoas com o Amaro é muito maior.”

Apesar de as duas produções serem bem diferentes entre si, Pedro aproveitou as duas experiências. “Acho que é bom alternar. ‘Justiça’ é uma coisa mais densa, um personagem mais complexo. Já o Amaro tem uma leveza, uma coisa de gravar todo dia bem-humorado. Gosto dos dois climas”, diz o ator, que pretende seguir na TV após o fim de “A Força do Querer”: “Espero continuar com papéis cada vez maiores e que eu possa mostrar o ator que me tornei.” 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Resumo dos capítulos

Irene descobre que está sendo ameaçada por Ruy e fica furiosa

Mira tenta acalmar Irene. Ruy não gosta de saber que Cibele voltou de viagem. Joyce pensa em Eugênio. Todos elogiam Abel e Edinalva dançando. Caio vê Mira com Irene em um táxi. Edinalva ouve que a mãe de Zeca está viva e fica curiosa. Heleninha recebe outra carta de Otávio e acredita que ele esteja voltando. Eugênio pede para se hospedar na casa de Heleninha. Aurora repreende Bibi por aceitar fazer o cabelo da mulher do traficante no morro. Caio avisa a Cirilo que visitará uma comunidade com o Secretário de Segurança. Jeiza é designada para escoltar o Secretário de Segurança e sua comitiva. Irene descobre que está sendo ameaçada por Ruy e fica furiosa. Caio pede para Mira não se aproximar de Irene. Joyce acusa Silvana de ser cúmplice de Eugênio. Ritinha encontra Cibele na empresa do marido. Eurico recebe uma foto Silvana e faz um escândalo.

Chico Barney
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Blog do Maurício Stycer
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo