Famosos

Daiana Garbin desabafa sobre insatisfação com corpo: "Com 5 anos chorava"

Arquivo pessoal
A jornalista Daiana Garbin foi diagnosticada com TDC e diz que "odeia o seu corpo desde os cinco anos" Imagem: Arquivo pessoal

Colaboração para o UOL

23/06/2017 11h44

Daiana Garbin, mulher do apresentador Tiago Leifert e ex-repórter da Globo, fez um desabafo na manhã desta sexta-feira (23) nas redes sociais. Em um longo texto, ela relembrou os problemas que já teve com seu corpo, incluindo vários momentos difíceis que enfrentou ainda criança.

"Eu comecei a ter vergonha do meu corpo de tanto ouvir as pessoas ao meu redor dizendo que nada é pior do que ser gorda e tem de fazer de tudo para ser magrinha. Essa mensagem é perigosa. Destrói vidas. Ensinar uma criança que ela deve fazer dieta e ginástica porque ser gordo é feio tem um efeito devastador. Eu, com 8 anos, já apertava a minha barriga bem forte com as mãozinhas para ver se a minha cintura afinava. Com 5 anos eu já chorava porque queria ser magrinha", escreveu ela.

Em outro trecho, ela justificou o desabafo ao ver várias meninas que, ainda na infância, sofrem por conta de seus corpos. "Eu estou triste e muito preocupada. Estou assim porque meninas, cada vez mais jovens, já estão sendo julgadas pela forma do corpo. Já estão fazendo dieta porque querem ter um corpo X ou Y. Já não comem certos alimentos porque 'é proibido'. Já estão no Instagram admirando o corpo das blogueiras fitness e celebridades que vendem cintas para afinar a cintura e whey protein. Estas meninas e adolescentes já têm certeza que somente com um corpo X serão felizes e serão amadas", lamentou.

Daiana ainda citou uma gravação que viu para alertar a todos sobre os perigos de se tentar impor padrões de corpos desde os primeiros anos da vida de alguém. "Outro dia vi no Instagram um vídeo com duas crianças que deveriam ter 6 ou 7 anos. Elas estavam fazendo caminhada e uma voz feminina, ao fundo, dizia: 'isso meninas vamos caminhar pra ficar bem magrinha'. Não, não estou usando o raio problematizador, estou apenas triste e preocupada porque foi assim que eu adoeci, e é assim que milhares de meninas vão adoecer", falou.

Há um ano, quando deixou a equipe de repórteres da Globo, Daiana falou sobre sua luta contra o transtorno de disfunção de imagem. Para tentar ajudar outras pessoas com o mesmo problema, ela começou um canal no YouTube para debater sobre a questão. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo