Topo

Famosos

"Paulo Silvino deu último suspiro nos meus braços", diz viúva do humorista

Reprodução/Record
Mulher de Paulo Silvino se emociona ao falar da morte do humorista em agosto Imagem: Reprodução/Record

Colaboração para o UOL

26/10/2017 07h57

Gisele Silvino, viúva de Paulo Silvino, contou no "Programa do Gugu" de quarta-feira (25) o que aconteceu no dia 17 de agosto deste ano, data da morte do humorista. Ela se emocionou ao falar da luta contra o câncer no estômago que ele travava.

"Comecei a perceber que ele estava emagrecendo muito rápido e deixando de comer o que gostava. Ele disse: 'Eu estou com câncer' e eu chorei muito. A cirurgia dele demorou 10 horas e ele saiu de lá muito bem", lembrou, contando que a doença voltou a se manifestar, dessa vez atingindo o peritônio.

"No ano passado, o Paulo recebeu um telefonema da Globo para contar que o contrato dele virou vitalício. Ele disse: 'Finalmente reconheceram o meu talento'", recordou, revelando os últimos desejos do humorista.

"Ele quis ir a um restaurante japonês e tomar banho de sol. No dia ele pediu para sentar e morreu. Deu o último suspiro e saiu de órbita, nos meus braços", contou Gisele. "Foi o melhor homem, o mais carinhoso. Ele me completava", afirmou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!