Topo

Televisão

Globo clama por vídeo na horizontal, mas público segue usando celular de pé

Reprodução/Globo
Dony de Nuccio ensina como gravar vídeo no Ibirapuera em São Paulo Imagem: Reprodução/Globo

Carolina Farias e Marcela Ribeiro

do UOL, no Rio

04/03/2018 04h00

Quem acompanha os telejornais da Globo já sabe, diariamente, eles vão nos ensinar a gravar vídeos usando o celular deitado. Começou com William Bonner, que no final de dezembro, interrompeu o "Jornal Nacional" para dar a lição de horizontalidade e ainda usou #ficaadica para marcar posição.

Ao que tudo indica, a emissora ainda está longe de ver “O Brasil que você quer para o futuro” na horizontal. Lançada no início deste ano, a campanha se tornou um mantra e envolve todas as estrelas do jornalismo da casa. 

UOL conferiu que, apesar dos esforços da emissora, o telespectador continua usando o celular para gravar... na  vertical! Os vídeos "caseiros" exibidos na última semana -de segunda a sexta-feira-  nos telejornais nacionais ("Bom Dia Brasil", "Jornal Hoje", "Jornal Nacional" e "Jornal da Globo") são na esmagadora maioria registros feitos com o celular em pé. Para cada seis segundos de imagens do público ou de instituições (como polícia, por exemplo), somente um segundo estava na horizontal.

Neste domingo (4), o projeto "O Brasil que você quer para o futuro" estreia no "Fantástico". De acordo com a comunicação da Globo, seis vídeos (de 15 segundos cada) enviados pelos telespectadores serão veiculados em seus telejornais e também no programa "Como Será?". As exibições vão até setembro e fazem parte da cobertura eleitoral deste ano. "Seja um porta-voz da sua cidade... A orientação é que as pessoas gravem de dia, com o celular deitado, na horizontal, em frente a um ponto conhecido de sua cidade”, diz a mensagem repetida à exaustão.

Reprodução/Globo
Chico Pinheiro, apresentador do "Bom Dia Brasil", mostra que o bastão de selfie também pode ajudar a gravar vídeo na horizontal Imagem: Reprodução/Globo

A iniciativa não escapou de virar meme: “Como eu queria estar agora”, sendo respondida por vários dos apresentadores e repórteres da Globo: “Na horizontal!” Como a criatividade do brasileiro parece não ter limites, o público criou ainda "pegadinhas". Para atender ao pedido de o vídeo ser feito em um lugar simbólico da cidade, o telespectador Sérgio Luiz, de São João do Meriti, na Baixada Fluminense, enviou sua mensagem diante de um lixão.

A emissora já admitiu que recebeu imagens de locais problemáticos e, mais uma vez, Bonner entrou em ação: “A gente pediu para que a gravação fosse feita em um lugar bem representativo de onde você vive. Aí teve gente que fez selfie em um lugar que simboliza a cidade, teve gente que preferiu mandar o recado de um lugar que tem problemas, porque consideram que esse lugar com esse problema é o que representa a sua cidade. Mas está valendo. Quem escolhe o cenário é você".

No dia 1º de fevereiro, Bonner chegou a comemorar com Maju Coutinho, o recebimento de uma imagem na horizontal, mas parece que está longe o dia em que os telespectadores vão se lembrar de usar o celular deitado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!