Topo

Televisão

Lívia conta o que há de real na treta com Mara: "Não existe competição"

Gabriel Cardoso/SBT
Lívia Andrade é uma das apresentadoras do "Fofocalizando" Imagem: Gabriel Cardoso/SBT

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

13/03/2018 04h00

Com a língua afiada, Lívia Andrade é adorada na internet por sua sinceridade. Uma das apresentadoras do “Fofocalizando”, no SBT, ela fala o que pensa e causa polêmica toda vez que discute ao vivo com Mara Maravilha. As duas já deixaram evidente que não são amigas e a relação se limita ao trabalho. Mas, em entrevista ao UOL, Lívia afirma que muito das notícias que são publicadas sobre as duas são exageradas.

“Não existe briga. Eu nunca briguei com ninguém fora do palco. Não considero o que acontece uma briga, considero discussão, debate, mas acaba no palco. Não tem esse negócio de [clima] insustentável. E cada apresentador tem seu camarim. Nós só nos encontramos diariamente para reunião de pauta, fora isso, cada um tem seu espaço”, conta Lívia.

Recentemente, o colunista do UOL, Ricardo Feltrin, disse que as duas já se ameaçaram nos bastidores e que as duas evitam dividir o mesmo camarim. Lívia entrou no “Fofocalizando” em novembro do ano passado para cobrir férias da Mamma Bruscheta. A aceitação do público foi tamanha que o SBT a promoveu como uma das apresentadoras fixas, ao lado de Mamma, Décio Piccinini, Leo Dias e Mara Maravilha. Desde os primeiros dias na atração ela e Mara se estranharam várias vezes ao vivo. Lívia garante que nada é encenado.

“Quando me convidaram para ficar no programa eu sabia onde estava pisando. Eu sabia das polêmicas dela com os outros integrantes. Ela é uma pessoa polêmica, de opinião forte. Mas a partir do momento que aceitei a oportunidade, eu sabia o que iria enfrentar. E para mim está tudo bem. Quando é no trabalho nem sempre amamos todos os envolvidos. A gente tem relacionamentos mais legais com umas pessoas, outros menos legais e algumas pessoas não fazem diferença na nossa vida”, dispara.

Lívia afirma que, apesar de não manter nenhuma relação de afinidade com Mara, elas não “duelam” ao vivo e as discussões acontecem naturalmente: “Nosso programa não é um reality show onde tem vários participantes que um tem que derrubar o outro, fazer o outro ser eliminado. Não existe competição. São apresentadores com opiniões diferentes, com personalidades diferentes. Cada um deixa bem claro para o público quem é. Minha entrada só somou, o programa cresceu comercialmente e na audiência”, orgulha-se.

Ausência no aniversário da Mara

A apresentadora também nega que sua ausência no aniversário de Mara Maravilha, que realizou um festão na semana passada celebrar a chegada aos 50, com muitos colegas do SBT, tenha a ver com uma briga fora do palco. Lívia afirma que foi convidada, mas que não achou conveniente ir por manter apenas relação profissional com a colega.

“Eu acho muito feio quando você vai no aniversário de alguém ou na casa de alguém e fala mal dela. Acho mais digno você não ir do que ir e falar mal. Se eu não gosto da pessoa, por que eu vou estar no evento dela? Minha relação com a Mara é estritamente profissional”, justifica.

Montagem/Reprodução/SBT
Lívia Andrade alfineta Mara Maravilha no "Jogo dos Pontinhos" Imagem: Montagem/Reprodução/SBT

Queridinha do Silvio

Lívia Andrade estreou no SBT no extinto programa “Fantasia”, aos 14 anos. De lá para cá, trabalhou em outros canais - foi Malandrinha do programa do Sérgio Mallandro na Gazeta. Além do “Fofocalizando”, é presença garantida no quadro “Jogo dos Pontinhos”, no “Programa Silvio Santos”.

Queridinha do patrão, Lívia se destaca no quadro também por falar o que pensa e distribuir patadas aos colegas de bancada. No programa que foi ao ar no último domingo, Mara Maravilha levou uma “suspensão” de Silvio Santos, que afirmou que ela estava querendo "aparecer mais do que os outros". Silvio mandou retirá-la da gravação carregada por um segurança.

Depois, Lívia foi questionada por Silvio como é conviver com Mara no “Fofocalizando”. "Uma hora ao vivo de provocações. Ela tenta, tenta. Só que ela tenta, e quem chora todo dia aqui é ela, e eu vou para casa feliz da vida. Atura ou surta, bebê! Plantou, agora colhe", disparou Lívia.

A apresentadora diz que o sucesso do “Jogo dos Pontinhos” é a liberdade que Silvio dá para os artistas da bancada. “Ele brinca, provoca, testa. O sucesso do quadro há oito anos é a espontaneidade. Silvio consegue extrair o melhor de cada um ou o que vai dar mais audiência, o que o público vai gostar. A gente se alfineta muito no ‘Jogo dos Pontinhos’, mas eu sempre vou embora em paz. Entendo que aquele é meu trabalho, que eu ganho para isso. Se não está legal, eu peço para sair. Não consigo trabalhar em um lugar que não me faz bem. Não há dinheiro que pague nossa paz e tranquilidade", afirma.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber