Topo

Famosos

Cantora sertaneja ajudou na reconciliação, revelam Naldo e Ellen Cardoso

Record
Naldo, Moranguinho e a filha Vitória durante entrevista ao "Domingo Show", de Geraldo Luis Imagem: Record

Colaboração para o UOL

18/03/2018 16h09

Naldo e Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, falaram sobre a reconciliação três meses após terem sido manchete por conta de uma briga que culminou na separação e na ida do cantor para a delegacia. Eles contaram no "Domingo Show" que tiveram a ajuda de uma dupla sertaneja para reatar a relação, após irem para um retiro tentar reorganizar a vida.

"Acabou sendo uma coincidência a gente ir para o mesmo destino. A Simone [da dupla com Simaria] ficou uma hora comigo no telefone e me deu o retiro de presente. Eu não sabia que ele ia, depois descobri que íamos para o mesmo lugar, em dias diferentes", disse Ellen. Naldo, que ganhou de um pastor a estadia no local, contou como foi a experiência.

"Decidi ir para psicólogo do domingo para segunda, o fato de ela ter ido para delegacia, não mudou minha vontade de restaurar minha cabeça. Chegou ao ponto que achei que a psicologia era a última chance que eu teria. Nunca mais vou ser o mesmo cara de antes. Eu estava tão doido, destruído, queria ir para o retiro. Eu tive que liberar perdão para o meu pai ali, liberar traumas da infância, de ver meu pai batendo na minha mãe", recorda.

Moranguinho relembra que a filha sofreu com a distância. "Ela sentiu que eu precisava de apoio o tempo todo. Ela mandava eu tomar remedinho. Minha filha começou a me chamar de papai, para que eu fizesse o personagem dele".  Naldo confirma. "Não sei se alguém parou para perceber o quanto a gente sofreu. Ela [Ellen] sofreu de saudade, pela exposição, por nossa filha, a família".

TV Record
Naldo, Moranguinho e Vitória Imagem: TV Record
Ciúme
"Sempre fomos um casal unido, ele acordava dizendo que eu era linda, o amor da vida dele. A gente vivia assim, mas tinha fator ciúme que era único problema na nossa relação. Ele tinha explosões que não tinham explicação", contou Ellen.

"O que acontecia era que em alguns momentos eu tinha surto de ciúme e nem sabia que estava fazendo. É explosão de energia, de sentimentos, você perde o controle, fica com raiva. Mas não foram sete anos de briga, foram momentos de ciúme da minha parte", assume o cantor.

Naldo falou do dia da briga que culminou na separação. "Sempre tinha garrafa de água descartável na cabeceira. Eu estava bebendo e joguei, pegou mais na parede. Mas [na notícia] parece que joguei uma garrafa de vidro. Eu me recordo de ser briga enérgica, quebrar telefone, ela me arranhar, empurra daqui, dali".

"Não fui pra delegacia para prejudicar, com intenção de 'vou acabar com ele', tirar tudo dele. Já tinha conversado com ele, pedido terapia, explicou Moranguinho, dizendo crer que agora era o momento de voltar.  "Hoje acredito que ele enxergou que tinha problema. Isso tinha que acontecer, ser assim. Tinha que doer nele, em mim, para as coisas voltarem para o lugar. Minha resposta em querer de volta é acreditar no amor, na família, em Deus".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!