Topo

Televisão

"Foi um choque, fui abordado como criminoso", conta Dado sobre prisão

Divulgação/ TV Record
Dado Dolabella dá entrevista ao "Domingo Espetacular" Imagem: Divulgação/ TV Record

Do UOL, em São Paulo

27/05/2018 22h35

Libertado da prisão recentemente, após ficar preso por dois meses por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos, Dado Dolabella falou pela primeira vez sobre o período de 60 dias em que ficou detido. Em entrevista ao programa "Domingo Espetacular", o ator relembrou o momento em que foi rendido pela polícia. 

"Foi um choque tão grande, fui abordado como criminoso, com arma na minha cara", disse ele, que contou também como era dentro da prisão:

"A cela ficavam dez pessoas em média...mas a gente só entrava para comer e dormir e todo mudo podia esticar as 'tripas', que é o colchão. Não sei porque chamam assim, eu acho que é porque cheira tripa, cadáver".

Dado afirmou que todos os outros detentos, presos também por não pagar pensão, o reconheceram assim que ele chegou na cadeia. "Lá dentro eles falavam para mim: 'olha lá o artista, zombavam de mim. Não foi fácil. Tinha brasileiro, boliviano, chinês, índio, tinha todos os tipos de raça", disse. 

O ator também falou pela primeira vez do episódio de agressão à sua então namorada Luana Piovani, que aconteceu em 2008. “Foi um erro na minha vida, uma coisa que eu não queria ter passado. E é horrível, é humilhante, foi um ato covarde meu. Foi uma reação covarde a um momento que a gente tava vivendo ali na relação que eu não quero falar. Nunca falei, nem quero falar”, afirmou. 

Piovani foi agredida por Dado com um tapa na cara. No mesmo dia, ele também empurrou a camareira Ismê de Souza. O ator foi condenado em 2014 pela Lei Maria da Penha.

“Naquele momento eu fui reativo, eu fui inconsequente, não pensei. Inclusive me ajudou a amadurecer, me ajudou a pensar em tudo isso”, disse ele ao programa. Vegano, Dado afirmou que se “transformou” também com a mudança na alimentação. “Enquanto os herbívoros vivem em bandos gigantescos, são felizes, são de paz, não brigam entre si. Para mim, o rei da selva é o elefante. O rei não come o próprio filho”, filosofou. 

Dado Dolabella ficou detido no 33º Distrito Policial de Pirituba, zona oeste de São Paulo por determinação da 1ª Vara da Família, da Barra da Tijuca, do Rio de Janeiro, desde o dia 6 de fevereiro por dever aproximadamente R$ 196 mil de pensão alimentícia ao filho, fruto de seu relacionamento com Fabiana Vasconcelos Neves. O ator disse que desde que deixou a prisão não viu o filho. 

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber