Topo

Televisão

Perfis no Twitter acusam Globo de "guerra" por direitos autorais

Reprodução/TV Globo
O apresentador William Bonner. Imagens do jornalista são constantemente usadas em memes na inernet Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

21/06/2018 10h10Atualizada em 22/06/2018 00h22

Perfis no Twitter acusaram a Globo de acioná-los por conta de postagens que usam prints e gifs de programas da emissora, sob a acusação de que elas infringem direitos autorais e de imagem.

Eles dizem ter recebido notificações por e-mail e alguns afirmam terem sido suspensos por reproduzirem imagens da emissora. Diversas postagens que utilizavam imagens de programas também foram apagadas sob a afirmação de que infringiam direitos autorais.

Procurada pelo UOL, a emissora informou: "A Globo não solicitou a derrubada de nenhum dos conteúdos citados. A empresa tem um profundo respeito pelos seus fãs e pela maneira como se relacionam com a sua programação e trabalha todos os dias para que essa saudável dinâmica conviva com seu compromisso de defesa dos direitos autorais e de combate à pirataria".

Na noite desta quinta-feira, o Twitter finalmente se manifestou em nota ao blog de Nilson Xavier, colunista do UOL. A rede informou que o responsável pelas falsas denúncias "arcará com as consequências".

O Twitter também já começou a devolver contas e conteúdos prejudicados pelas denúncias.

A ação virou piada nas redes, e foi alvo de protestos de internautas, que acusam a emissora de censura.

Um dos perfis que teriam sido notificados pela Globo, o "RealitySocial", por exemplo, tem mais de 140 mil seguidores, e publica imagens, vídeos e gifs da programação.

A página "Konther" do Twitter foi uma das que se manifestou, publicando uma nota de repúdio à atitude da Globo. "A atitude a emissora se mostra praticamente irracional em tempos de uma integração cada vez maior entre a TV e a internet. Os chamados prints, gifs e conteúdos similares não possuem o poder de reduzir a audiência da emissora...Por mais que a Rede Globo tenha todo o direito de proteger o seu conteúdo, não parece lógico fazer isso removendo este tipo de conteúdo de contas que não arrecadam um mísero centavo com a disseminação desta imagens", diz a nota.

Em um protesto bem humorado, um espectador desenhou uma cena da série "Onde Nascem os Fortes" e reproduziu a imagem no Twitter para não ter que usar uma captura de tela da emissora.

Em meio à polêmica, o perfil oficial da Record TV aproveitou para cutucar a rival: "Gostou do que viu da programação da Record TV? Tire o print, marca nossas redes e nós compartilharemos".

A Globo, repetindo, negou que tenha tomado qualquer medida para retirar conteúdos ou acusar perfis de infração de direitos autorais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!