PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Ex-BBB Mariana Felício relembra drama de gêmeos prematuros na UTI

Ex-BBB Mariana Felício relembra drama de gêmeos prematuros na UTI - Reprodução/TV Globo
Ex-BBB Mariana Felício relembra drama de gêmeos prematuros na UTI Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL

16/07/2018 16h26

Mariana Felício e Daniel Saullo, que se conheceram em "Big Brother Brasil 6" e estão juntos até hoje, falaram sobre as dificuldades para salvar os filhos gêmeos, João e José, que nasceram prematuros em janeiro deste ano. A modelo, que também é mãe de Anita, de 3 anos, e Antonio, de 2, se emocionou ao falar no "Video Show", nesta segunda-feira (16), da gestação de risco que enfrentou.

"Já no ultrassom o médico falou dos riscos, eu não acreditei. Falaram que, se um morresse, ficaria na minha barriga até o outro nascer", afirma ela.

"Quando a gente recebeu a notícia que ela tinha síndrome de transfusão feto-fetal, a gente não sabia da gravidade. É uma doença na placenta, um bebê fica super nutrido, e o outro não recebe nada. O médico disse que era 100% de chance de perder os dois", recorda Saullo.

Os bebês nasceram com 29 semanas. "Foram direto para a UTI. O João ficou 48 dias e o José, 98 dias lá. O médico tinha dito que o maior ia sofrer fora da barriga, pois recebeu mais oxigênio, e que o menor ia sair sem problema e se dar super bem, pois se acostumou a não receber nada", explica ela.

"Estou perdendo o José"

Mariana enfrentou um dos momentos mais difíceis para uma mãe. "O José, na noite que foi para Taubaté [interior de SP], teve um pneumotórax na frente do Dani com parada cardio, foi um susto. Uma noite eu fui na UTI, peguei ele no colo, estava entubadinho, falei 'nossa, estou perdendo o José'".

A sensação ruim não parou por aí. "Eu segurei, ele gemia, parecia que estava indo mesmo. Coloquei ele de volta, convulsionou na minha frente. Eu achei que ele estava morrendo. Ele esticou o bracinho, falei: 'está com convulsão'. Saí gritando no corredor, abracei o Daniel e falei 'estamos perdendo o José'", relata.

"Essa noite foi desesperadora. Clamei a Deus, nessa hora é você e Deus ajoelhados na UTI. Tenho dó das mães na UTI que sei que passam por isso. Peço a Deus para dar muita força, vi muita mãezinha perdendo neném", disse, chorando.

O drama foi superado com final feliz. "O José é um menino incrível. Ele mudou muita coisa na nossa família, é um presente de Deus para a gente", comemora. 

Televisão