PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Filho de Félix em "Amor à Vida", ator investe na música e sonha com novelas

Thalles Cabral posa ao lado de Mateus Solano nos bastidores de "Amor à Vida" - Estevam Avellar/TV Globo
Thalles Cabral posa ao lado de Mateus Solano nos bastidores de "Amor à Vida" Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

11/08/2018 04h00

Com 24 anos, Thalles Cabral fez um papel marcante na TV: o filho de Félix Khoury (Mateus Solano) em "Amor à Vida" (2013). O ator e cantor relembrou os tempos em que interpretou o jovem Jonathan, filho do homossexual Félix, e afirmou que continua sendo reconhecido nas ruas até os dias de hoje.

Na trama escrita por Walcyr Carrasco, pioneira por exibir o primeiro beijo gay entre homens em uma novela brasileira, Jonathan era considerado um personagem introspectivo, que mantinha conflitos com um pai de temperamento agressivo e homossexual.

"Fiz uma única novela e aquilo foi uma experiência incrível. Muita gente se lembra, porque tratou de temas pertinentes, importantes", disse ele ao UOL. "As pessoas me reconhecem até o dia de hoje. Quando eu encontro com alguém, acabam dizendo 'meu Deus, você era o filho do Félix'", completa, rindo. 

Questionado se não pretende voltar à televisão, Thalles diz que o seu objetivo é trabalhar. "Eu vou para o que me chamarem. Quero é trabalhar e adoraria fazer uma outra novela", admite.

Thalles Cabral - Reprodução/Instagram/thalles - Reprodução/Instagram/thalles
Thalles Cabral investe na carreira musical e sonha com novelas
Imagem: Reprodução/Instagram/thalles

Nos palcos

Paralelamente à carreira de ator, Thalles Cabral tem investido também na carreira musical e lançou há pouco tempo o seu primeiro álbum, "Utopia", com músicas somente em inglês, compostas por ele. 

Ao UOL, o jovem explica que a sua relação com a música começou naturalmente, ainda na adolescência, e que tudo não passava de uma simples brincadeira. 

"Comecei a cantar por hobby aos 11 anos. Eu não me considerava um cantor, mas a minha relação com a música mudou", disse ele.

As coisas começaram a mudar depois que ele pagou 1 hora de estúdio do próprio bolso para gravar as suas músicas. O dono do estúdio, porém, ouviu o seu trabalho e decidiu chamá-lo para uma parceria.  

"É muito louco ver uma música sua que nasceu no seu quarto e vai ganhando o mundo", afirma o jovem, que foi convidado para abrir o show do grupo Simple Plan, em maio, em Porto Alegre 

Entre uma pergunta e outra, Thalles diz que gosta de ouvir artistas como Elza Soares, Silva, Cícero, Malu Magalhães, entre outros, mas admite não conseguir fazer músicas em português. "Eu já tentei, fiz uma, que saiu metade português e a outra metade em inglês, mas eu acho muito difícil e admiro quem consiga."

Thalles Cabral -  Rodrigo Marroni/Divulgação  -  Rodrigo Marroni/Divulgação
Thalles participa de "Yonlu", o seu primeiro filme; estreia nos cinemas acontece no dia 30 de agosto
Imagem: Rodrigo Marroni/Divulgação
"Quero abraçar o mundo"

Embora esteja longe das novelas há cinco anos, Thalles não deixou a atuação de lado: ele está ensaiando a peça "Vincent River", no Sesc Vila Mariana, com estreia prevista para o próximo dia 17, além do seu primeiro filme, "Yonlu", que narra a história de um jovem músico brasileiro que transmitiu sua morte na internet.

"Quero abraçar o mundo inteiro, e estou fazendo isso nas proporções em que aparecem", conclui.

Famosos