PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Protesto contra TVs interrompe transmissão ao vivo com repórter da Globo

Homens protestam durante transmissão ao vivo do "SP1" com a repórter Cinthia Toledo - Reprodução/TV Globo
Homens protestam durante transmissão ao vivo do "SP1" com a repórter Cinthia Toledo Imagem: Reprodução/TV Globo

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

18/09/2018 17h47

Um protesto contra a Globo e outras emissoras de rádio e TV interrompeu a transmissão ao vivo do telejornal local "SP1" nesta terça-feira (18). Quando a repórter Cinthia Toledo apareceu na televisão, dois homens se aproximaram segurando placas a respeito de demissões no setor.

"Seus trabalhadores estão sem aumento de salário. Agora é greve!", dizia uma faixa. "Empresas de rádio e TV estão mutilando seus trabalhadores e os demitindo", mostrava outro cartaz.

O cinegrafista e a repórter tentaram se desviar dos manifestantes, sem sucesso. O link durou dez segundos e serviu para anunciar a próxima transmissão com Cinthia Toledo. "Já já eu mostro como está a situação agora", disse ela, que não retornou mais ao vivo.

Nas redes sociais da jornalista, telespectadores repudiaram o protesto que atrapalhou a transmissão do "SP1".

"Não deu certo o link hoje, né? Infelizmente ainda existem pessoas que não respeitam o trabalho dos outros", criticou um seguidor no Instagram. "Bastou você entrar ao vivo que vem dois babacas com cartaz ou folha escrito no computador. Ele não fez aí com caneta na hora. Da próxima, dá um peteleco no cara", sugeriu outro no Facebook.

A jornalista voltou a aparecer no telejornal, mas em material gravado. Na manhã desta terça, outro protesto foi ao ar no "Bom Dia SP. Durante uma entrevista, o fotógrafo e designer gráfico Cassimano Santos protestou contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro: "Só lembrando que: hashtag ele não".

Televisão