PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Não voto em candidato homofóbico e racista", diz Anitta após ataques

Anitta se esquiva de manifestar sua posição política - Reprodução/Instagram
Anitta se esquiva de manifestar sua posição política Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, no Rio

20/09/2018 15h42

No meio de ataques por sua falta de posicionamento político, Anitta voltou a se defender. "Não voto em candidato machista, não voto em candidato homofóbico, racista e por aí vai", diz, em vídeo publicado no seu Instagram, nesta quinta-feira (20).

"Dispenso qualquer mensagem de apoio de candidatos ou afiliados aqui no meu pronunciamento", completou. Mais cedo, o candidato ao senado pelo Rio de Janeiro Flavio Bolsonaro (PSL), filho do candidato à presidência, divulgou um vídeo defendendo a cantora.

É a terceira vez nesta semana que Anitta se pronuncia em suas redes sociais sobre sua posição política. Ela começou a ser cobrada na quarta-feira, quando alguns seguidores perceberam que ela segue uma pessoa que defende publicamente Bolsonaro.

"Hoje eu comecei novamente a ser atacada, a ser xingada e ameaçada porque eu segui uma amiga que expôs publicamente a sua intenção de voto. Também estão fazendo o mesmo com essa minha amiga. Eu conheço essa minha amiga há mais de sete anos e eu não gostaria de ter que parar de falar com ela por conta da posição política dela. Então, mais uma vez, venho aqui pedir mais amor."

Na noite de quarta-feira, ela tratou do assunto novamente: "Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as ideias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês".

#AnittaIsOverParty

A polêmica sobre a posição política de Anitta cresceu tanto que a hashtag #AnittaIsOverParty ficou em primeiro lugar no Twitter. Muitos seguidores não ficaram felizes com a justificativa da cantora, principalmente os que fazem parte da comunidade LGBTQ+,e disseram que ela precisa se posicionar sim.

"Quer ganhar o dinheiro nas nossas custas pra depois falar que não vai se posicionar, vergonha", declarou um. "Gente, mas vocês tão surpreendidos com a Anitta? Não é de ontem que ela fica em cima do muro pra não perder grana. Ela sempre fez a sonsa pelo que não convém. Não tinha nem que enterrar, essa já tava morta faz tempo", esbravejou outro.

A cantora chegou a se explicar também no Twitter, mas as críticas continuaram. "Apoiar não é vestir uma roupa do arco íris e subir em um palco num evento pra se auto-divulgar. Um país onde mais mata LGBT e onde mais se agride MULHER, você quer se manter na neutralidade?", comentou um seguidor.

Famosos