PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Médico do "Bem Estar" tem motivo para comemorar baixa audiência; entenda

Roberto Kalil e Fernando Rocha confundem Groenlândia com Alasca no "Bem Estar" - Reprodução/TV Globo
Roberto Kalil e Fernando Rocha confundem Groenlândia com Alasca no "Bem Estar" Imagem: Reprodução/TV Globo

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

03/10/2018 15h02

O médico Roberto Kalil Filho, do "Bem Estar", tem motivo para comemorar a baixa audiência do programa na última terça-feira (2). O cardiologista admitiu ter detestado o novo uniforme do programa e impôs uma condição: se desse menos nove pontos de audiência, ele tiraria o avental. E a atração da Globo nem chegou perto dos nove pontos.

Segundo dados consolidados do Kantar Ibope, o "Bem Estar" registrou 6,6 pontos na Grande São Paulo, com picos de 7,5 e 22% de participação nos televisores ligados. Cada ponto equivale a 71,8 mil domicílios na Grande São Paulo.

Embora tenha liderado a audiência (o segundo colocado, "Bom Dia & Cia", marcou 4,8 pontos), o "Bem Estar" não conseguiu alcançar o índice desejado por Roberto Kalil para continuar com o novo uniforme. Ele criticou o avental quando se justificou ao confundir Groenlândia com Alasca.

"Cheguei atrasado ao programa, me fazem depois de oito anos um avental com calor doido que eu não gosto, não ficou bom, fui obrigado [...] Eu não aguento esse calor aqui dentro. Eu não vou usar mais. Ou o ibope hoje bate nove pontos ou não uso mais", reclamou o médico.

Televisão